#9 – Batman: O Longo Dia das Bruxas

Olá!
Obrigada pela participação no sorteio! Não se esqueçam que ele vai até dia 16/06, ou seja, ainda dá tempo de se inscrever!
Bom, hoje vim trazer a vocês um CLÁSSICO, uma história que vai te prender e, ao fim de cada revista, você vai ficar desesperado procurando pela próxima. Lançada em 1996/97, ela ganhou o Prêmio Eisner de 1998 como melhor mini-série. Ou seja, já sabe que vem coisa boa por aí, não é?
Como seria viver em uma cidade em que todo dia é dia das bruxas? Descubra em “Batman – O Longo dia das Bruxas” (Batman: The Long Halloween, arte de Tim Sale, roteiro de Jeph Loeb).

Em “Batman – Longo dia das bruxas”, a tríplice que já conhecemos – Batman, Gordon e Harvey Dent (antes do acidente) se unem par acabar com as famílias mafiosas que são responsáveis pelo crime organizado em Gotham City. A cidade está mais corrupta do que antes. Os chefões mafiosos reinam sem que ninguém os incomode (você vai se lembrar muito d’O Poderoso Chefão). Contudo, são interrompidos por um assassino que se chama “Feriado”. Por que ele se chama assim? Por que ele começa a matar os membros dessa família nos feriados e datas especiais (você vai observar o nome que o nome de cada capítulo dessa história é uma data especial). O roteiro se passa de um ano ao outro, de um Dia das Bruxas ao outro.

(Nossa, estou empolgada escrevendo sobre essa história… Gosto tanto dela!)
E quem é Feriado? Não se sabe. Ele não deixa rastros nas cenas dos crimes. Ele é profissional. Harvey, Gordon e Batman tentam descobrir quem ele é. Nessa HQ, alguns vilões de que não falei ainda não introduzidos – O Charada, o Espantalho, o Chapeleiro Louco, o Pinguim. Mas não se preocupe, você vai entender completamente, porque a participação deles é pontual. Antes que você perceba, você também estará querendo descobrir quem é Feriado, e imaginando que crime esse vilão irá cometer na próxima edição, ficando chocado com a brutalidade – e perfeição – dos crimes. Ou será que, na verdade, trata-se de mais de uma pessoa?
Jeph Loeb faz, como era de se esperar, um trabalho impecável. Diálogos curtos, incisivos, criativos, insanos, importantes. A arte de Tim Sale não é nada mais que genial, grande, bonita, e contribui para o clima grandioso dessa HQ. Christopher Nolan também a utilizou como referência para sua trilogia. Muito sangue, muita porrada, muita revelação, muito vidro quebrando, muito tiro… Uma HQ do Batman como o conhecemos – destruidor! É uma obra sensacional, que você não vai conseguir parar de ler até o último capítulo.

Ah, uma dica: eu adquiri a coleção completa há algumas semanas, é uma HQ que eu estava namorando há um tempão até achar essa promoção da Liga HQ por R$35. Esse site é muito bom, o frete é grátis (só tem uma taxa de manuseio de R$ 1,30 para qualquer lugar do Brasil) e você ainda ganha 20% do valor do produto para trocar em outros produtos na loja. (Não, não estou ganhando nada para esse anúncio, estou divulgando porque gosto da loja e esse preço está ótimo!). A Panini lançou a coleção encadernada, caso alguém queira comprar, basta uma rápida pesquisa pela internet 😉

Vamos ler?


Disponibilizei todas as HQs num link só!

long

Download no MEGA – “O Longo Dia das Bruxas”

Anúncios

  1. Pingback: #10 – Batman: Vitória Sombria | Batman Guide

      • Agora está certinho! Obrigado e mais um vez, parabéns! O blog está ótimo, sempre quis começar a ler as HQs do Batman de uma forma mais lógica, mas nunca soube por onde começar…

        Continue assim e pode contar com meu acesso diário, já até assinei o feed.

  2. Pingback: #27 – Chapeleiro Louco – Dia das Bruxas: Loucura | Batman Guide

  3. Pingback: #34 – Coringa – Brian Azzarello | Batman Guide

  4. Pingback: #36 – Batman: Dia das Bruxas | Batman Guide

  5. Irei ler com certeza, estou vendo que essa mini-série é relacionada com “Batman ano um”, eu lir o a arco e assistir o filme (que a proposito está bem fiel a hq), vlw aí, continue com o ótimo trabalho, o blog tá de parabéns… xD

  6. Pingback: CeteraComics #09 – Batman – Coringa, Duas Caras, Bane, Ra’s Al Ghul (Parte 2) / NerdCetera | Batman Guide

  7. Pingback: CeteraComics #10 – Batman – Coringa, Duas Caras, Bane, Ra’s Al Ghul / NerdCetera | Batman Guide

  8. Pingback: #75 – Batman: Descanse em Paz | Batman Guide

  9. De antemão peço desculpa pelo palavriado, mas é inevitável. Que história DO CARALHOOOOOO!!!! Muiuuuuuuuuuuuuuuuiiiiiito boa, nessa minha pequenina carreira de leitor do batman, historias como essa tornam-se épicas, e com certeza ficará guardada na minha mente.

  10. Olá, amigos do Batman guide…
    Olha eu aqui de novo…rs
    Realmente essa história é um clássico, considero ela umas das melhores histórias do Batman (Assim como Batman ano um, o cavaleiro das trevas e outras).
    Só pelo fato do Christopher Nolan ter tido essa hq como uma das referências para o filme “Batman – o cavaleiro das trevas” mostra a qualidade dessa história.
    Quem não lembra no filme da “trindade” Batman x Gordon x Dent” se unindo contra o crime em Gotham???
    Do Bruce falando a frase “Eu acredito em Harvey Dent??
    Do Batman, Gordon e Dent se encontrando no telhado para iniciarem sua guerra ao crime organizado???
    Do Coringa queimando uma pilha de dinheiro???
    Pois bem, todas as cenas do filme são retiradas dessa HQ (Se bem que na hq não foi o Coringa que queima a pilha de dinheiro mas tudo bem…rs).
    A primeira vez que eu li, realmente sentia um certo desespero em saber quem era o criminoso “Feriado”, acho que quem ler pela primeira vez vai se sentir da mesma forma.
    Mais uma vez parabéns pelo excelente trabalho de vocês. Está cada vez melhor.

    Ah, depois da saga “Contágio” vem a saga “O legado do demônio” (Vigilantes de Gotham # 21 (Agosto de 1998), e acaba em Batman # 22 (Setembro de 1998), me desculpem se eu estiver errado mas vocês não postaram sobre essa saga, certo???
    Gosto muito dela, pois todo o Batsquad participa (Inclusive o Asa Noturna, o melhor.)
    Desculpa se eu estiver errado.

    Ah, e antes que eu me esqueça…

    “EU ACREDITO NO BATMAN GUIDE”…rsrsrsr

    • Oi querido! Muito obrigada pelas suas observações. Eu assisti ao filme antes de ler a HQ e foi super bacana encontrar todas as referências nos quadrinhos, ver que o roteiro teve uma preocupação em adaptar uma obra tão icônica para a cronologia.

      Querido, você está certo, nós não postamos a saga “Legado do Demônio”, porque consideramos que, dentro da vasta cronologia do Morcego, ela era mais dispensável (embora não menos interessante). Mas você pode baixá-la no site do nosso parceiro Darkseid Club; basta clicar aqui.

      Beijos!

      • Entendi, realmente “o legado do demônio” é uma saga interessante. Tenho ela na minha coleção e li esses dias.
        Foi bem legal ver referencias dos quadrinhos nos filmes.
        Em “Batman begins”, varias referencias a “Batman ano um”; em “Batman – o cavaleiro das trevas”, identificamos várias cenas relacionadas a “Batman – o longo dia das bruxas” e finalmente em “Batman – o cavaleiro das trevas ressurge”, lembramos de “A queda do morcego” e um pouco de “terra de ninguém”.
        Obrigado pela atenção dada a nós que frequentamos o blog, eu como colecionador antigo (apesar de ter “apenas” 27 anos…rsrs) vejo com muito bons olhos o cuidado em oferecer a nós leitores “antigos” e os mais “novos” o melhor que a vasta cronologia do morcego oferece e acho muito legal importância dada aos comentários.

  11. Pingback: Sorteio de Aniversário #5 – HQ “Mulher-Gato: Cidade Eterna”! | Batman Guide

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s