Adeus, pai!

“Why do we fall, sir? So that we can learn to pick ourselves up.”

Oi, amigos.
Bem, agora vou usar o Batman Guide como um blog pessoal, mesmo a contragosto (nunca fui muito de ter blogs para coisas do cotidiano, não conseguia prosseguir!). Mas é por um motivo sério.
Tive alguns períodos de ausências aqui no blog, explicados simplesmente como “problemas pessoais”. Não deixa de ser verdade, mas eu falava dessa forma mais genérico porque tinha esperanças de que meus problemas se resolvessem e que tudo voltasse ao normal. Mas não voltou.

Nessa última quinta-feira, eu perdi meu pai. Um câncer o surpreendeu há dois meses aproximadamente, e foi devastador. Os sintomas vinham sendo dados há vários meses, mas era confundido pelos médicos com outros problemas tratados com antibióticos. Até que meu pai foi a um clínico geral que constatou o problema, e foi internado para o tratamento. A cirurgia foi realizada com êxito, mas naquela altura o tumor já estava muito avançado. E assim meu pai me deixou numa noite dolorosa de dezembro.

Bom, por que estou contando essas coisas aparentemente tristes para vocês? Para dar um conselho. Não que eu tenha direito de dizer como vocês devem proceder ou dar lições de moral em vocês. Mas simplesmente para dizer: cuidem das suas saúdes, da saúde dos seus amados e amadas, pais, mães, filhos, filhas, irmãos, sobrinhos. Para que vocês insistam com seus pais e avôs para realizarem check-ups com frequência. Eu sei que é chato insistir, mas façam isso enquanto ainda dá tempo. A maioria dos homens procura médico quando já estão doentes.  Procurar o médico só quando os sintomas já estão agravados pode ser fatal para eles. Esse artigo também pode ajudá-los. Mas também não são só os homens. Mulheres, crianças, fiquem atentos aos sinais do seu corpo.

Fica aqui meu agradecimento ao meu maior super-herói, na forma de um desenho, já que ele gostava tanto dos meus desenhos (mesmo que, como vocês podem observar, eu não tenha técnica nenhuma para desenhar). Obrigada por esses 21 anos de amor, pai!

AdeusPai

Fiquei meio sem jeito de postar esse desenho… Acho muito mais fácil desenhar mulheres. Mas gostei de fazê-lo, e meu pai ia adorar. E é isso que importa, né?

Daqui a alguns dias volta a programação normal do blog. Não, eu não vou deixar o Batman Guide. Meu pai já comentou nele, e o acessava com frequência, gostava de ver as coisas que eu escrevia. Então aguardem, ok? 😉

Anúncios

  1. Super Jéssica, a já célebre frase com que iniciou o texto revela tudo: todos passamos por provações em nossas vidas, e precisamos conseguir nos levantar. A sensibilidade com que escreveu o texto mostra que você conseguiu, e o desenho, mesmo com seu traço simples, é de um sentimento espetacular, e tenho certeza que seu pai realmente iria adorar essa homenagem. Um grande abraço.

  2. Menina Caroline (Sempre me refiro assim quando falo de você por causa de Parakiss S2) pais são amados em nossas vidas, eu me dei conta a pouco tempo quando passei por apuros de saúde com o meu. Se sinta abraçada e tenha certeza de que as coisas não ficarão 100% mas que seu herói sempre estará olhando pra você. Um grande beijo, linda.

  3. Gosto dos seus desenhos… e achei que ficou parecido com ele, mesmo que você diga “não ter técnica alguma”… essa simplicidade no traço combinou. 😀

    Sei que é difícil, meu amor, ele era uma ótima pessoa… fica a saudade. O que não pode ficar é a tristeza. Ele deixou muitos bons conselhos para nós, principalmente para você, que conviveu mais tempo com ele. Pense no que ele trouxe de bom para a sua vida nesses 21 anos.

    Amo muito você, estarei sempre ao seu lado, em todos os momentos.

  4. Forte de sua parte compartilhar isso, escrever a respeito requer que pense no assunto, coisa que maioria das pessoas ia preferir fugir. Sabe que não sou de dar pêsames, assim como sabe que isso não foi um fato “em branco” pra mim, também devido a ter algo semelhante acontecendo próximo a mim por aqui. Só posso esperar que escape do poço.

  5. Sei como vc se sente..
    perdi meu pai da mesma doença faz mais de 10 anos.
    ninguem pode realmente sentir o q sentimos..só quem sofre sabe.
    Só desejo força nesse momento e dizer q vai passar..
    a saudade gostosa fica mas a dor alivia com o tempo.

  6. Acho q nada q eu ou qualquer um disser aqui pode fazer c/ q vc se sinta melhor, mas deixo aqui meus sentimentos e o meu alento
    Desejo força Jeh, espero q vc consiga sair dessa, por que é nas piores q nascem os maiores herois

  7. OI, Jéssica. Sinto muitíssimo pela sua perda. Invejo você por ter tido experiências boas com seu pai, sei que ele deixou lembranças incríveis, nem todos têm o mesmo privilégio. Desejo a você e à sua família muita força para seguir. Muito nobre de sua parte transformar uma experiência tão triste em um testemunho de amor e ainda assim num alerta tão importante. Sou enfermeiro, marido e pai e a saúde dos meus familiares é muito importante pra mim, coisa que me deixa de prontidão dia e noite. Um grande abraço de um grande fã seu.

    • Puxa, Ed, que profissão LINDA a sua! Os enfermeiros foram muito importantes nos dias em que meu pai esteve no hospital, eram eles que davam conforto físico e psicológico para meu pai, que cuidavam de cada necessidade que ele tinha afim de transformar aquela sua estadia forçada no mais agradável possível. Que sorte a da sua família de ter uma pessoa tão nobre assim. Eu que sou sua fã, na verdade 🙂 Obrigada mesmo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s