Batman – 24 Horas

Essa história é, como o nome sugere, no melhor estilo Jack Bauer. Se chama “24 Horas” (“24/7“, Batman: Gotham Knights Vol 1 #32, outubro de 2002, roteiro de Devin Grayson e arte de Roger Robinson).

Line

01Acompanhamos um dia comum na vida de Bruce Wayne, das 8h17 da manhã às 5h03, quando vai dormir, depois de mais um dia cansativo como o guardião silencioso de Gotham.
Logo que acorda, resolve pendências na Wayne Tech. Paralelamente a isso, reflexos de sua atuação se demonstram na vida de pessoas que foram criminosas.
Bruce Wayne, o bilionário excêntrico, também tem tempo para oferecer um almoço completo à idosos de Gotham. E todos aqueles que precisam – de um vestibulando sem dinheiro aos policiais de Bludhaven. Batman, que consegue frustrar um assalto e arrancar informações de um criminoso que antes parecia não ter boa memória.
Uma menção honrosa à Tim Drake como Robin, que aparece quebrando a cara de pelo menos 5 nazistas que tem o dobro do tamanho dele. Robin usando a tinta que eles estavam usando para escrever mensagens anti-semitas nas paredes para escrever um grande LOSER em cima de todos eles. Tudo isso sobre o sorriso orgulhoso do Cavaleiro das Trevas.

Robin

É uma perspectiva interessante de se observar: por vezes, vemos as ações impossíveis de Batman e nos esquecemos de que ele também é humano, e, portanto, também está sujeito à nossa passagem temporal. Aqui, temos a oportunidade de passar um dia com ele e compreendê-lo em todos os aspectos do seu dia – desde os momentos mais informais ou delicados – como quando conversa com Oráculo – até o momento em que está surrando bandidos impiedosos. Batman é o Cavaleiro das Trevas, mas também é humano. Quer maneira melhor de provar isso que passando um dia com ele?

LineDown

Bom, então é isso! Boa leitura para vocês!

Scan via Renegados Comics

Gotham Knights #32 pg00 cópia cópia

Download no MEGA – Batman 24 horas

Anúncios

  1. Pena ter descoberto seu espaço virtual tarde, pois divulgaria com prazer. Sempre que posso, dou uma passadinha poracá (como dizem nossos irmãos gaúchos). Gosto de seu estilo redatorial e sua acuidade quanto ao material. Mais uma vez, muito obrigado por compartilhar, querida Jéssica.

    • Oi Waldir!
      Muito obrigada pelo seu comentário, belas palavras, fiquei muito feliz mesmo.
      Mas quem disse que você descobriu o Batman Guide tarde? Sempre é tempo de começar!
      Obrigada pelos elogios, meu querido. Um beijo pra você e obrigada pelo carinho!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s