#58 – Quadra de Lama (Cara-de-Barro)

Oi!
Você já se inscreveu para ganhar a HQ “DC 70 anos – As Maiores Histórias do Batman”? Não ainda? Clique aqui então!

Hoje no Batman Guide teremos mais um dos vilões que apareceram no jogo “Batman- Arkham City”. Assim como boa parte dos personagens, ele tem várias identidades ao longo da cronologia do Morcego – “várias” mesmo, pois ele assume 8 identidades diferentes. Mas fique tranquilo, vou explicar certinho pra ninguém se perder com esse monte de barro 😉
Cuidado para não ser pego pela “Quadra de Lama” (The Mud Pack, roteiro de Alan Grant e arte de Norm Breyfogle e Steve Mitchell, 1989)!

LineClay

A HQ de hoje foi a melhor que encontrei para explicar o Cara-de-Barro para vocês, pois como o título sugere ela traz os quatro primeiros “Cara-de-Barros” reunidos em uma história só. Antes de começarmos a falar do roteiro dela, veremos uma pequena biografia de cada um dos personagens (e depois do fim do roteiro, uma rápida passagem pelas outras 4 pessoas que assumiram o papel do vilão).

ClayI
FClayIBasil Karlo é um ex-ator de cinema de filmes de terror. Ao descobrir que não seria mais o ator principal do filme “O Horror”, ele enlouquece – e mata todo o elenco do filme usando a máscara do vilão “Cara-de-Barro”. Enviado para o Asilo Arkham, ele nunca abandona sua paranóia a respeito de filmes de terror. Ele foi quem protagonizou o Cara-de-Barro na série “Asilo do Coringa“, e também é ele quem aparece no jogo Batman – Arkham City. É chamado de Cara-de-Barro “original”.

ClayII
FClayIIMatt Hagen era um caçador de tesouros que encontrou uma piscina radioativa de protoplasma (o líquido contido nas células vegetais ou animais) e achou que seria divertido dar um mergulho nela. Mas ao invés de ficar molhado, sua composição genética alterou-se para uma forma flexível e maleável à base de barro, que podia transmutar-se para qualquer forma que quisesse. Entretanto, essa transformação iria necessitar que ele fosse periodicamente à piscina de protoplasma para que conseguisse manter seus poderes (lembra um pouco o Poço de Lázaro do Ra’s Al Ghul), então ele copia a fórmula da piscina para se regenerar (embora ela não funcione tão bem quando a piscina original de protoplasma).

ClayiII
FClayiIIO mais interessante – e amedrontador – dos Cara-de-Barro. Alan Moore escreveu uma história sobre ele chamada “Barro Mortal” que consegue transmitir o verdadeiro desespero da história de Payne (Clique aqui para baixá-la). Preston Payne nasceu com acromegalia ou “gigantismo”, que é uma síndrome causada pelo excesso de produção do hormônio do crescimento (GH). Ela causa, entre outros sintomas, o crescimento do esqueleto e dos tecidos moles, além de outras alterações metabólicas. Quando cresceu, tornou-se um cientista, para tentar curar seu problema. Em seus estudos, visita Matt Hagen na prisão e recolhe uma amostra de seu sangue, e isola uma enzima que é responsável pela maleabilidade do corpo do Cara-de-Barro II. E decide que seria interessante injetá-la em si mesmo. Ao encontrar-se com sua namorada, faz com que ela vire um poço de protoplasma – e começa a acontecer o mesmo com todos em que encosta. Por isso, constrói uma espécie de traje para que não derreta mais pessoas. Mas ele sente dor quando não derrete ninguém, por isso eventualmente precisa destruir algumas pessoas periodicamente – o que o levou a ser inernado no Arkham. E para completar o pacote de bizarrices, ele encontrou Helena, uma alma-gêmea imune ao seu poder. Seria lindo, se não fosse o fato de que ela é uma manequim de cera dessas de loja de departamento.

1ClayIV
FClayIVFinalmente, uma dama feita de barro. Ela foi criada pelo criminoso Kobra, de quem era agente, e o uso de alta tecnologia permite que ela se transforme ilimitadamente. Ao contrário de Matt Hagen, não precisa de um repositório de protoplasma: seus poderes são duradouros.

Ela pode se manipular para se transformar em qualquer objeto ou pessoa próxima, independente da constituição física da pessoa. Ela também pode adquirir provisoriamente os poderes de quem ela está se transformando.

001

Feitas essas considerações, vamos para o roteiro de “Quadra de Lama”:
Começamos com Preston Payne rompendo seu “relacionamento” com Helena, porque ela é muito… gelada com ele. Num acesso de fúria, ele destrói o manequim – que era a única coisa que o mantia controlado dentro do Asilo Arkham. Ele não consegue ser contido pelos policiais do sanatório, e foge enlouquecido. Batman é convocado para dar conta do recado.
Enquanto isso, Basil Karlo está analisando as produções cinematográficas de terror atuais. E está realmente indignado.

“Motoserras, zumbis e vísceras… Isso não é horror! É náusea… Enjôo… Exploração barata! Essa gente só pensa em dinheiro, enquanto a arte se afoga! No meu tempo, não era assim! Nós entendíamos sobre horror, horror verdadeiro! Eu já deixei milhões fascinados com uma única balançada de minha capa! As mulheres ficavam aterrorizadas quando eu levantava uma sobrancelha! […] Os monstros não são mais seres das sombras que habitam os recônditos obscuros da mente! Hoje, eles não passam de efeitos especiais que saem das telas como arco-íris!”

002Ele está se dirigindo a um teatro vazio, onde é perseguido por dois assaltantes – pobres infelizes que vão comer capim pela raiz agora. Preston está vagando por Gotham, lamentando a tragédia de ter destruído seu verdadeiro amor. Sondra trata de desacordar todos os policiais que estão atrás de Payne, e através de telecinese leva o marido de Helena para o que parece ser o Encontro Anual de Criaturas Modificadas pelo Barro. Basil está revivendo Matt.
Eles se reunem, fazem uma pequena apresentação e apresentam seus modestos objetivos:

xx1

Essa turminha enlameada tem uns sonhos pequenos, né?
004Bom, mas agora sabemos que eles estão atrás do Morcego, como 150% dos vilões estranhos de Gotham. E começam a bolar os planos para concluírem tal empreitada. Batman junta as evidências e acerta a teoria de que uma conspiração dos vilões de barro está sendo formada. Mas ao mesmo tempo, Sondra está se transformando em Batman para praticar assaltos, o que suja a imagem do Morcego em Gotham (como se eles precisassem de muitos motivos para odiá-lo, mesmo ele sendo o melhor guardião da cidade). Batman decide agir, mas eles jogam realmente sujo com o pobre coitado. Sondra se transforma em Jason Todd, o Robin que recentemente falecera, assassinado por Coringa.

005Isso deixa Batman extremamente desestabilizado emocionalmente, já que o assunto o incomoda demais ao longo dos anos. Ele é capturado por Sondra, que recebe instruções de penetrar o cérebro dele, absorver suas recordações e descobrir o que ele mais odeia, teme e despreza na vida. Ela deverá reunir essas informações para reorganizá-las a favor do grupo de barro. Para salvá-lo, aparece Divina, por quem Sondra estava se fazendo passar. Mas talvez não haja tempo. Através de uma espécia de hipnose, Basil Karlo está fazendo uma lavagem cerebral em Batman, fazendo-o reviver cada momento trágico de sua carreira, cada perda que sofreu ao longo dos anos.
007Divina consegue salvar Batman. E ele descobre o que acontecera durante o momento em que esteve fora de si.
Aliás, pensemos em Basil agora: ele é o único dos Cara-de-Barros que não pode se transformar. E os outros três colocam a cabeça pra funcionar e percebem que, desde o começo, estavam sendo manipulados por Karlo para que esse conseguisse amostras de seu corpo – podendo assim se transformar num Cara-de-Barro “definitivo”, a combinação das melhores qualidades de cada um dos três. Droga os comparsas, retira amostras de seus sangue e foge. Um Cara-de-Barro definitivo é um inimigo perigosíssimo a se enfrentar.
Conseguirá Batman deter essa terrível criatura que ameaça transformar Gotham num lamaceiro sem fim? Leia em “Quadra de Lama”!

Bem, queridos, devo dizer que essa foi uma HQ muito difícil de achar, tive que pedir aquela ajudinha básica ao queridíssimo CoringaFiles para encontrá-la. Então leiam, por favor!

E antes de colocar o link para download, como prometi, vou falar um pouquinho sobre os outros 4 “Cara-de-Barro” que você porventura encontrará nas suas andanças pelas histórias do Morcego! Quando se deparar com um Cara-de-Barro nas histórias, tente descobrir através de suas características quem é a pessoa por trás do vilão.

ClayFaces

Boa leitura!

Cover

Download no MEGA – Quadra de Lama

Anúncios

  1. Essa trama envolvendo a ‘reunião’ dos caras de barro saiu em duas “Batman” que eu tinha e infelizmente PERDI (sabe-se lá como) a segunda. Foi logo depois de outra trama genial que envolvia Etrigan e o “Tulpa”. Adoro a arte de N. Breyfogle desse arco: cores explodindo, desenho surreal. E o Batmovel mais legal 🙂

  2. EU só sabia do Basil Karlo. Muito interessante essa fauna louca que o morcego enfrenta. Batman nas horas vagas podia ser psicologo, o sujeito tem de lidar com tudo que é tipo de distúrbio e mutação.

  3. Pingback: #88 – O Retorno de Bruce Wayne | Batman Guide

  4. Pingback: Feliz 2014! | Batman Guide

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s