#78 – Batman: Batalha pelo Manto

“Mudar sempre é mais difícil do que permanecer o mesmo. É preciso coragem para se encarar no espelho e ver além do reflexo. Para encontrar o que você deveria ter sido. O você que se perdeu pelos cruéis eventos de infância. Eventos que pegaram a trajetória natural da sua vida e a distorceu. Mudar para algo inimaginável… Ou mesmo incrível… Te dando a coragem para abraçar o seu legado, o seu destino, e finalmente perceber… Que VOCÊ É O BATMAN”.

Precisa escrever algo mais pra essa intro? A frase já valia o texto inteiro, eu podia me despedir agora que não faria diferença. Cidadãos de Gotham, preparem-se pra reta final de uma grande mudança. A essa altura todos vocês já sabem que o Bruce Wayne cantou pra subir graças ao Darkseid, mais conhecido como “Mano Uxas” nos butecos de Apokolips. O título que escolhemos para a tradução não bate totalmente com o título dado aqui no Brasil. Lá fora o título saiu como “Battle for the Cowl”, aqui saiu como “Batalha pelo Capuz”, quando a tradução mais exata seria “Batalha pelo Manto”. Eu prefiro chamar de “Guerra pelo Manto”. Saiu de maio a julho de 2009.

Uma “batalha” e uma “guerra” são coisas diferentes. A proporção e o simbolismo não são os mesmos. Gotham ficou sem o morcego, Gordon perdeu Gotham pras gangues, todo mundo tocou um rebu do inferno se garantindo de que o Morcego sumiu. Apesar de todos imaginarem que o fim do Morcego só podia ser assim, ninguém nunca imaginou esse dia acontecendo. Claro que a cidade não caiu por completo como no “Terremoto” e “Terra de Ninguém”, mas a confusão agora ficou consideravelmente grande, e ao contrário das duas sagas que citei onde Gotham caiu e o Batman permaneceu, nessa é Gotham que fica de pé é o Batman é que some. Darei uns semi-spoilers pra exemplificar ainda mais como isso é uma GUERRA. [Alerta de spoiler! Se deseja ler, selecione o texto a seguir]. Dois membros da familia Wayne se vestem de Batman e vão pras ruas, um fica perto de morrer, esse se atraca com um terceiro membro, os dois lutam até as últimas consequências, o vencedor se torna Batman e o derrotado só não morre por acaso do destino. [Fim do spoiler] Tony S. Daniel é o responsável pelos desenhos e roteiro dessa “passagem” que muitos acharam que nunca iria acontecer, o nascimento de um novo Batman. Trabalho incrível em conjunto com Sandu Florea nas cores. Acompanhem a ascenção de um novo Homem-Morcego na Guerra Pelo Manto.

Line2

001Como eu disse há um instante atrás, temos os desenhos e roteiro por Tony S. Daniel, um de meus desenhistas preferidos, sou até suspeito pra falar. As cores estão por Sandu Florea, que sempre está com Tony Daniel na maioria das histórias em que ele trabalha. Se formos na brincadeira dá até pra chamá-los de Batman e Robin. Mas falando sério, são bons profissionais. Vocês terão cores muito vivas diante dos olhos, luzes quase reais nas lâmpadas desenhadas no papel, desenhos com proporções ótimas e anatomia fiel, se quiserem exemplos de más proporções e anatomia, procurem desenhos do Eddy Barrows, onde todo mundo tem as pernas mais curtas que o tronco, e do lendário Rob Liefeld, que não sabe desenhar pés e mãos. 003No primeiro quadro temos Robin (Tim Drake) usando seu uniforme vermelho e a Squire (Beryl Hutchinson), conhecida como “Escudeira” aqui na Ilha de Páscoa, a equivalente do Robin para o Knight, que é tipo o “Batman da Inglaterra”. Foi só exemplo, não chega nem aos pés. Enfim, quem gosta desse uniforme de Robin, aprecie agora, pois será a última história em que o verão. Para os conservadores é tipo um chute no saco. Apesar desse uniforme já estar fazendo bodas de prata com o personagem e eu não ter ligado tanto desse uniforme ter sumido, compreendo bem a sensação de quem não gostou. Eu briguei com meio mundo quando tiraram a cueca por cima da calça que o Batman usava, mas já acostumei. Essas coisas são assim mesmo. 002Voltando ao que importa… Robin e Squire derrubam alguns capangas do Coringa, e ao final vêem uns outros capangas que já foram derrubados antes da chegada deles, acompanhados de um bilhete do “Batman”. Claro que esse não era Bruce Wayne. Robin descreve como está nossa Gotham City. Percebendo a falta do Morcego, vilões grandes como Pinguim e Duas-Caras voltarma a guerras por território, e gangues menores querendo chamar atenção entram na confusão mostrando que não estão pra brincadeira. A força policial de Gotham estava trabalhando demais, recebendo de menos, tendo seus familiares ameaçados e muitos acabaram pedindo demissão da policia devido a isso, dando ainda mais espaço pra vagabundagem. Entendem o porque de “A máscara não é pra você, é pra proteger quem você ama”? Então. 012Foi só o Morcego sumir que Gotham entrou em um Harlem Shake de escalas desastrosas. É como a Caçadora disse durante a “Terra de Ninguém”, o símbolo do morcego exerce uma reação inigualável, e quando o morcego sumiu… Podem ver o que deu. Vamos lá, pra encarar Coringa, chefes de imensas máfias e gangues como Pinguim e Duas-Caras, monstros gigantescos como Croc, Bane, guerreiros milenares como Ra’s Al Ghul… Ou você tem respeito ou não tem. E o respeito dos marginais se foi junto com o Morcego. Diante do caos instalado, Asa Noturna (Richard Grayson) e Batgirl (Cassandra Cain) formaram um grupo de ajuda pra Gotham, entitulado “A Rede”, dentre eles reconhecemos ali nos quadros o Morcego Humano, a Batwoman junto da Batgirl, a Canário Negro, a Lince, Asa Noturna com Caçadora e o Knight (o “Batman” da Squire)… Um estado de emergência onde todos procuram pelo Batman, ou como disse o Tim Drake, por “um” Batman. 004Como se não fosse confusão suficiente, o finado Máscara Negra dá o ar da (des)graça. Fica subentendido que este é outro Máscara Negra. Este parou o comboio de vilões que estava indo para o Asilo Arkham, e soltou todos. Pessoas de bem como Croc, Zsasz, Hera, Espantalho… Todos livres, e devendo esse favorzinho ao novo Máscara Negra. Como se não bastasse isso, todos os detentos receberam um complemento químico junto de seus sedativos que sob um determinado comando de voz… Se ativa e mata a pessoa. Ou seja, todos os detentos do Arkham estavam obrigatoriamente sob ordens do Máscara Negra, e o sujeito não satisfeito com isso, ainda manda o Asilo Arkham pelos ares. Quem tiver as habilidades de detetive pode matar esse mistério de QUEM é o novo Máscara Negra agora mesmo. O misterio só termina oficialmente em uma revista lançada anos depois dessa, mas nessa sequência de fatos vocês já podem deduzir quem é o novo Máscara Negra. Vou só dar uma empurrada no raciocínio de quem tá lerdo: Esse Máscara Negra sabia do comboio, e sabia tanto o trajeto quanto o horário da passagem dele, teve acesso ao Asilo para plantar os explosivos e acesso aos medicamentos dos detentos. Vá, não é difícil assim, a única dificuldade é pensar que esse sujeito teria peito pra isso tudo. Podemos ver Jim Gordon sendo fortemente pressionado pela imprensa, e não é pra menos, até o Batsinal nego sacaneou, escrevendo um RIP dentro do morcego. Não veríamos diferente em um caso assim em nossas cidades. Por casos muito menos sérios vemos um estardalhaço maldito, imaginem num caso desses. 005Na Batcaverna, temos alguns quadros excelentes do Asa Noturna encarando os uniformes do Batman. Tim Drake vê a cena e simbolicamente diz que “ele” (o uniforme, que no caso seria o Batman) parece triste ali dentro, e Grayson completa dizendo “Talvez porque ele possa ver como nós deixamos Gotham virar um inferno”. “Frescura dele, era só pegar logo o uniforme e tcharam”. Não é assim. Se ponham no lugar dele. Você é o homem de confiança do Morcego, o primeiro a lutar a seu lado, o único que já o substituiu de forma bem feita. Era você que ele chamava separado dos demais na cara de TODOS pra passar as informações primeiro. Você deve tudo que tem e tudo que é a ele, ele morre, a cidade que ele dedicou a vida para proteger vira um caos e você não consegue reverter o quadro. Você acha que merece usar a roupa do Batman nas ruas? Não acha que o máximo que conseguira é denegrir a imagem do Morcego talvez tombando derrotado no meio de Gotham? Não é simples. Tim Drake parece estar mais abalado não pelo fato de nenhum eles estar assumindo o manto, mas na verdade porque alguém fez isso na frente deles. Dick chutou que seria algum cidadão brincando de herói, mas Tim diz que é alguém habilidoso, alguém que usa batarangues e bat-cordas iguais as que o Bruce usa. 011Dick não toma muito partido dessa briga, mas Tim está decidido a não deixar barato. Ele analisa todas pistas deixadas e após uma longa lista de quadros citando detalhes de resíduos encontrados nos bilhetes do tal “Batman”, ele deduz que o sujeito que se passa por seu pai se esconde no subsolo, e que apesar de se vestir como Batman e agir parecido, ele não é e nunca será Batman. “Só pode haver um Batman, e não é você”. Podemos ver um jogo de sombras mostrando a silhueta de Tim no escuro, pondo um uniforme do Batman para ir atrás do farsante, e na vitrine onde ele pegou, deixou um bilhete colado. Reparem bem a silhueta dos demais uniformes contra a luz das vitrines, temos ali inclusive o uniforme mais antigo do Batman, aquele com as orelhas meio torcidas e grandes iguais as de Morcego mesmo. Tony Daniel é um cidadão que gosta de poeira, em maior parte das histórias que ele desenha e/ou escreve, vocês vão poder pescar algum detalhe de algo muito antigo a respeito do Morcego. Seja algum dos artefatos da caverna, algum uniforme, algum vilão que há décadas não aparecia… Ele sempre dá um jeito. Todo desenhista/roteirista que se preze deveria seguir esse exemplo, ele mostra que CONHECE e RESPEITA as histórias do Batman, e em momento algum tenta modificá-las de forma absurda, pelo contrário, sempre busca referências das histórias antigas que nem tem a mão dele. Mas bem, só pra não passar em branco, foi bonito ver o Tim se referindo ao Bruce como pai. Dick treina sozinho na caverna, depois treina kendo com Alfred (que aparentemente o vence). Alfred tenta argumentar que Bruce pode ter ido, mas que o Batman não necessariamente precisa ter ido junto. Podemos ver que todos estão em cima do Grayson pra ele botar logo o uniforme e ir pras ruas, mas ele se recusa. Ele não deixa de defender a cidade, saiu para atender Gordon, como Asa Noturna. Página linda por sinal, os efeitos da luz do bat-sinal contra o Asa Noturna e o Gordon, obra de arte. Mascara Negra municia todos seus “soldados” e parte pra ação principal. 006Temos algumas cenas de Selina trocando porradas no beco do crime, e de um Batman voando sobre os prédios acima dela. Esse é Tim Drake, usando um uniforme antigo do morcego, o de elipse amarela no peito. Talvez em homenagem a época em que ele se tornou Robin, vai saber. O que está claro é que Tim deseja dar um couro no Batman farsante. Damian faz sua primeira participação na história dirigindo o Batmóvel do papai carregando alguma jovem desconhecida no carona, Oráculo descobre, ejeta a menina e toma o controle do carro, mas Croc faz o veículo capotar. Sabendo que deu problema dos grandes pro garoto, Barbara pergunta pra Lady Falcão Negro e Caçadora em quanto tempo elas podem chegar lá, mas Asa Noturna ouve a confusão em frequência aberta e vai ao local. Notem a lua atrás do Asa Noturna. Os caras fazem uma monalisa por página. É admirável. Lembro-me de muitos leitores reclamando que o Tony Daniel atrasava com os prazos das revistas… Mas como querem uma história com essa qualidade em pouco tempo? Pra mim a revista podia ser até bimestral se fosse pra sair com esse aspecto. O que não suporto é um zé ruela tipo Greg Capullo ou Eddy Barrows serem elogiados por aquela pouca bosta que fazem. Mas tá, o mundo não gira pra quem merece, não é novidade. Hera Venenosa e Croc estavam em cima do filho do Morcego, Croc ia matá-lo em uma mordida, mas Asa Noturna passa voando e o salva. Esse foi um dos primeiro resgates do Dick para o Damian. O vôo foi encerrado com certa velocidade, foram atingidos ainda no ar e cairam dentro de um prédio, Asa Noturna totalmente baqueado e Damian dessa vez o ajudando. 007Ele manda Damian se esconder e se revela para os capangas do Máscara Negra, uma atitude um tanto suicida,mas que talvez desse chance pro garoto se salvar. Talvez fosse a intenção do Grayson, talvez a morte o livrasse de tudo, talvez no fim das contas, isso não fosse o pior. Eis que do aquém do além de onde não vem ninguém surge quem? Uma cruza do Batman com um fogão dando uma de Lucifer dos Cybercops.

Batman

Uma série de pensamentos do “Batman” vem aos nossos olhos, uma ideologia radical de alguém que conhece bem toda história do Batman original. Dick deduz com precisão quem é o farsante: Jason Todd. Ele dá um tiro em Damian e foge, Canário Negro e Caçadora chegam ao local, Asa Noturna manda elas cuidarem do Damian enquanto ele vai atrás de Jason. Enquanto isso, Máscara Negra tem uma reunião dos mais chegados no subsolo de Gotham. Alguém podia arrumar uma camisa pro Zsasz. Eu sei que ele perdeu o que tinha pro Pinguim, mas isso é demais. 008Jane Doe e o Vagalume. Pra quem não sabe, Jane Doe é uma vilã (ah vá, pensei que tava do lado do Batman presa entre os demais), ela rouba identidade das pessoas, chegando até a se passar por homem. Acham que esse papo de mudar o rosto cirurgicamente começou com o Silêncio? Como diria o Jericho no filme “O Fim dos Dias”, o Silêncio é um escoteiro de merda comparado a Jane. E sabem o Warren White, conhecido como Grande Tubarão Branco, o chefão na saga “Cara a Cara” (Face the Face)? Pra quem não sabe, ele perdeu orelhas, nariz e outros pedacinhos úteis do rosto sendo trancado em um freezer pela Jane. Warren foi preso no Arkham assim como Jane, e a psiquiatra que trabalhava Arkham foi morta por Jane, que roubou sua identidade e aparência, passando então a circular pelo Arkham como psiquiatra com o plano de matar o Tubarão e assumir sua identidade. Então vem a parte do besta trancado num freezer perdendo seus pedaços, mas o Batman descobriu a tempo e tal… Enfim. Já está explicado de quem se trata Jane Doe. Eu disse que o Tony Daniel dá umas puxadas de personagem das boas. Ela divide sala com o Tubarão diante do novo Máscara Negra. É um tal de um roubar a cara do outro… Só faltou o Silêncio e o Cara de Barro nessa conversa. Máscara Negra apresenta Jane e Vagalume ao Adam Bomb, um sujeito que faz lembrar o Darth Vader sem máscara, cujo principal utilidade é simplesmente poder se explodir. Após isso, em algum outro lugar, Jason faz uma visita pra alguns vagabundos enchendo todo mundo de tiro e torturando quem sobrou para conseguir informações sobre o Máscara Negra. Nesse ponto da história nós vemos a situação ficar tão enrolada que já não dá pra saber se devemos torcer pro Jason ser detido ou pra ele deve chegar onde precisa e DEPOIS ser detido. Obviamente ninguém tá querendo deixar Jason resolver as coisas. Eles em si não estão conseguindo resolver NADA e ainda estão esquentando a cabeça com ele, que é o único que tá chegando a algum lugar. Não estou defendendo o Jason… Mas vá, era uma ajuda a mais num caso complicado desses. Tim Drake encontra o que parece ser o covil do homem-fogão-de-lenha. Jason montou sua própria Bat-caverna, claro que não estava entupida de veículos, aviões, barcos, T-Rex e Alfred servindo chá, mas era uma caverna própria. Hoje em dia nós não conseguimos nem alugar um kitnet que preste, imagina montar uma Bat-caverna. Ponto pro marginal da família. Tim se descuidou e pisou em um explosivo, sendo arremessado e quase indo pra piores consequências, sendo salvo pela Mulher-Gato. Na caverna original, Damian está sendo medicado pelo Alfred, assim como Dick Grayson. Mais diálogos do Alfred encorajando o herdeiro mais velho a se tornar Batman e ele dando pra trás. O tão elétrico e corajoso Asa Noturna, o primeiro Robin, o homem de confiança do Morcego, aquele que teve a atitude de discutir com o Batman e cortar papo, se mudar, começar sua vida, entrar pra grupos de heróis, liderá-los em missões perigosíssimas, está ali, travado diante de uma mudança. 009Ali podemos ver uma frase que vai determinar o rumo das histórias por alguns anos a seguir. “Damian… Essa criança… Eu podia tê-lo morto hoje a noite. Tenho uma responsabilidade com ele agora, Alfred”. E Alfred a seguir lança sua cartada final, dizendo que não há ninguém melhor para representar o Batman do que ele, Richard Grayson. Os vilões continuam a dar seus passos pela cidade. Zsasz mata um cidadão que vocês vão ver, Jane pega a pele do rosto dele se fazendo passar pelo homem, vai até a sala do Gordon e abre fogo, e falando em fogo, o Vagalume manda tudo pelos ares. Máscara Negra aproveita o visual da cidade em chamas. Na caverna, Dick finalmente encontra o bilhete de Tim. “Fui caçar”. Prevendo a desgraça que podia acontecer ele correu atrás. 010Na evil-caverna do Jason, Mulher-gato e Tim são surpreendidos pelo dono do muquifo. Jason arrasta a briga de acordo com seu plano, e Tim vai igual um pato. Ele pode ser mais inteligente e melhor detetive, mas Jason além de ter a vantagem de conhecer o campo de batalha e ser experiente, ainda conta com o “dom” da falta de moral. Então quando ele cerca o Tim… Coitado. Jason fatia o jovem Robin usando um batarangue. Mas Tim ainda reage usando um… Pé de cabra. Jason tem um problema SÉRIO com isso. Não sei que diabos passou na cabeça dele ao largar um pé de cabra na sua própria caverna. A essa altura do campeonato já deveria saber que o crânio dele tem algum magnetismo com essa ferramenta. Me estranha ele não ter usado a idéia do Bruce de se vestir do que o assusta e ter virado o “Cabraman”. Imaginem o Cabra-sinal, um pé-de-cabra no céu de Gotham. Ou o Cabra-móvel, e quem sabe o inimigo mortal dele fosse o “Sr. Porta Emperrada”. Bom… Jason levou umas na cara, quebrou a boca de fogão de lenha, mas deixou o batarangue estocado no peito de Tim, e o “pequeno Batman” cai. Jason convidou Tim a ser seu Robin. Nada feito. Enquanto isso, Asa Noturna reune “A Rede”. Uma horda de heróis, e pra verem como o Asa Noturna é foda até gente da Marvel ele convocou, olhem o T’Challa (Pantera Negra) ali na altura do cotovelo direito do Grayson. Brincadeira, esse é o Wildcat da Sociedade da Justiça. 013O Asa Noturna está ali fazendo o que faz melhor, liderando. E Jason fazendo o que faz melhor, bandidice. Saiu arrastando o corpo do Tim Drake pelo pé. Na Bat-caverna, Alfred dá o uniforme de Robin a Damian e ele parte de lá de moto com a Squire. Asa Noturna encontra o cafofo do Jason, encontra uma pista meio grande em chamas, e a seguir encontra o manto do Batman que Tim estava usando, e Jason falando de um comunicador preso na máscara. Como sempre covarde, deu uma descarga elétrica no Asa Noturna e apontou a arma pra ele enquanto caído. Fez algumas observações idiotas quanto a Gotham, convidou o Dick pra ser ROBIN dele e etc, e merecidamente tomou uma bifa na cara. Alguém imagina Jason Todd como Batman e o Grayson como Robin? Tenha dó.

Jason 015A Guerra pelo Manto chega na reta final. Dick liga um holograma que Bruce gravou com uma mensagem para Jason. Ele não quis terminar de ouvir e a pancada cantou de novo. Eu defendi bastante o Tony Daniel e o Sandu Florea enquanto escrevi esse texto, mas como eu sou adepto do “nada é digno de veneração nem de humilhação”, tenho que citar os erros também. O Jason estava com um cinto azul escuro durante toda a história, e de repente agora ele está com um cinto amarelo igual ao do Batman. Não sei se foi realmente um erro, ou se ele pegou o cinto que o Tim estava usando, pois o Tim reaparece sem o cinto uns quadros a seguir, mas mesmo assim quando a luta contra o Asa começou o cinto era o azul. Bom… Acontece, né? Tim se manteve vivo graças a uma habilidade que Bruce o ensinou, o “Reflexo Possum”, uma técnica que faz os batimentos diminuirem drasticamente, tipo 8 batidas por minuto, diminuindo o fluxo de sangue o suficiente pra ele não sangrar até a morte. Talvez se salvou graças ao fato do batarangue do Jason ser velho e estar se partindo, e também ao material do uniforme de Batman que Tim estava usando. A briga de Dick e Jason prossegue, e Jason já está com seu cinto azul de novo, e ele usa até o gás do medo do Espantalho. A briga vai parar em um metrô em movimento enquanto a evil-caverna do Jason desaba. Damian e Squire fazem um resgate heróico do Tim. Damian resgatando Tim é algo que vocês não vão ver com frequência, muito pelo contrário… O “último ato do confronto final” não durou muito. [Alerta de spoiler! Se deseja ler, selecione o texto a seguir]. Grayson deu um cacete épico no Jason, terminando a briga com uma voadora losango aberto, estilo Sub-Zero. Ou estilo Lindomar, o Sub-Zero brasileiro. Podem procurar no youtube, igualzinho. Jason ainda se segura numa borda, Grayson tenta ajudá-lo, promete mundos e fundos, mas Jason não tá nem aí pra isso e se solta para uma queda que deveria ser mortal. Mas a gente sabe que não é. [Fim do spoiler] A última parte da história, é Grayson fazendo o discurso que citei no inicio do texto, caminhando para dentro da bat-caverna, vestido de Batman e Damian vestido de Robin… O começo de uma nova era. Richard Grayson e Damian Wayne. Batman e Robin.

Batman e ROBIN

Batman 02

Uma história incrível e única que abre portas para uma de minhas épocas preferidas. Dick Grayson já se tornou Batman antes, mas desde o início se sabia que era temporariamente, e que Bruce estava vivo ali. Dessa vez não há Bruce, e o Grayson assume totalmente seu lugar, sem dicas, sem alguém acima. Agora ele é o Morcego, ele é que faz o impossível, ele é o que salva os demais, ele é o pilar central que comanda e protege os demais heróis da familia. Agora, Richard Grayson é o Batman, e Damian Wayne é o Robin. E nós vamos acompanhar uma das melhores épocas na minha opinião, cheia de novidades, mudança, reciclagem de ideias e personagens… Uma renovação de ar. Um novo leque para Gotham.

Capa 2

Download no MEGA – Batalha Pelo Manto

Anúncios

  1. muito bom mesmo foda demais, achei genial oque você falou do “nada é digno de veneração nem de humilhação” eu concordo muito na parte do tony daniel eu sinceramente ate gosto da arte do Greg Capullo calro nada demais mas para mim é agradável mas e so questão de gosto ate entendo que não e nem pelo Greg e mais por o tony daniel ser menos valorizado bom otimo post virei fan do site

    • E ai, Matheus. Greg Capullo de fato não é ruim, é até criativo. Os cenários tem objetos que nós talvez nunca fossemos pensar em botar. Só não o tenho na minha lista de preferidos, e tenha em nota que minha lista varia m muito, pois os desenhistas andam mudando muito os traços.

      Os desenhos atuais do Tony Daniel mudaram um pouco, e já que falei de mudança, veja os do Jae Lee também, que mudaram consideravelmente. Se você comparar a história “Batman: Jekyll & Hyde” com a “Batman/Superman” dos Novos 52, verá como o Jae Lee parece que resolveu desenhar com a outra mão.

      Agradecemos a sua presença por aqui, continue por esses cantos que toda semana vem material bom. Até a próxima.

  2. Pingback: #79 – Batalha pelo Manto: Especiais | Batman Guide

  3. Pingback: #82 – A Ascensão de Batgirl (Stephanie Brown) (“Batman: Renascido” – 2ª Parte) | Batman Guide

  4. Pingback: #82 – A Ascensão de Batgirl (Stephanie Brown) (“Batman: Renascido” – 3ª Parte) | Batman Guide

  5. Pingback: #84 – Sereias de Gotham: União (“Batman: Renascido” – 5ª Parte) | Batman Guide

  6. Pingback: #86: Batman: Escuridão Profunda (“Batman: Renascido” – 7ª Parte) | Batman Guide

  7. Pingback: #87- Batman: Vida Após a Morte | Batman Guide

  8. Pingback: Feliz 2014! | Batman Guide

  9. Pingback: #93 – Batman: O Observador | Batman Guide

    • Aquela máscara do Jason me lembrou DE CARA aqueles fogões a lenha que apareciam em desenhos animados hahaha, e o Lucifer foi em mérito das pistolas, ambas foram desenterradas, banquei o coveiro.

      Obrigado pela presença e pelo comentário, até a próxima, Tassio.

  10. Pingback: #100 – Richard “Dick” Grayson | Batman Guide

  11. Pingback: RESULTADO do Aniversário de 3 anos do Batman Guide – Sorteios e Quizz de Batman! | Batman Guide

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s