ENTENDENDO: A Noite mais Densa / O Dia Mais Claro

Ainda estão tentando entender a Crise Infinita? Ainda estão engasgados com a Crise Final? Calma, tudo vai ficar pior. Agora trago a vocês “A Noite Mais Densa”. De 2009 à 2010, pelas mentes e mãos de Peter Tomasi, Geoff Johns, Ivan Reis e Ethan Van Sciver.

Geoff Johns é o nome por trás da Crise Infinita e de diversas outros eventos grandes da DC. E como já comentei aqui no blog, ele também ficou séculos na equipe da revista do Flash, da Sociedade da Justiça e vários outros, o que lhe garante esse background bom suficiente pra fazer esses crossovers universais gigantes. Peter Tomasi, que mais recentemente criou os grandiosos roteiros pra “Batman e Robin” dos Novos 52, mais especificamente as sagas “Born to Kill” e “Pearl”, ambas com a arte do Patrick Gleason. O brasileiro Ivan Reis, que também tem um histórico monstruoso na Marvel e DC, já tendo sido desenhista dos Vingadores, da Liga da Justiça, do Lanterna Verde, Superman/Batman, Aquaman e várias outras. Ethan Van Sciver é um desenhista de mão cheia. Não o melhor, claro, mas ainda assim muito bom. Já desenhou Flash, Batman & Robin, Liga da Justiça, Lanterna Verde, Superman/Batman… E na Marvel foi desenhista pras histórias do Wolverine. Recentemente temos seu trabalho digamos que “razoável” substituindo o David Finch na revista “The Dark Knight” dos Novos 52.

Tudo certo até ai? Claro, não tem como dar errado, pois só falei da equipe. Agora que começa a pedreira. Mais uma vez digo a todos: O texto pode ter erros, não estou afirmando que tudo aqui está na ordem cronológica certa, pois estou mesclando quase 20 anos de história de várias sagas diferentes de séries diferentes em um único texto. Também estarei passando por cima de alguns (vários detalhes), ainda assim explicando da melhor forma possível todos os itens NECESSÁRIOS, para assim ninguém entrar as cegas no texto da “Noite Mais Densa“. Mesmo esquema que fiz no texto da Crise Infinita e no da Crise Final. Comprem muitas pilhas, e que sejam Duracell, pois Panasonic e genéricas não acendem nem o flash de uma câmera. Agora cai “A Noite Mais Densa”.

FIRST_LINE

INTRODUÇÃO

Tropa dos Lanternas Verdes, Tropa Sinestro, Tropa dos Lanternas Vermelhos, Tribo Indigo, Tropa dos Lanternas Azuis, Estrelas Safira, Tropa dos Lanternas Laranjas, Tropa dos Lanternas Negros, Anel Branco… Vários grupos usando a energia conhecida como “the glow”, umas existem a mais tempo que outras, cada uma com sua cor, cada uma movida por algo diferente, cada um com seus representantes, generais e planeta base. Quem são, como surgiram, o que é “the glow”… Eu disse que tudo ia ficar pior, não disse? Então vamos por partes.

Darkstars

Darkstars

Mais uma vez, temos uma horda de personagens e uma trama complexa. Tudo bem que agora temos o alivio de não ter vários universos funcionando ao mesmo tempo, nem personagens repetidos de cada universo circulando juntos lado a lado, como na Crise Infinita, e o alívio de não termos a fonte do universo querendo travar a guerra de 2 planetas formados por deuses, como na Crise Final.

“Então pra entender essa saga é mais mole que mastigar água”. Nem tanto. Lembram que no texto de introdução da Crise Final eu contei as origens dos povos mais antigos do universo, dentre eles os Maltusianos, do planeta Maltus, raça cujo o cientista Krona fazia parte, sujeito este que acabou criando o Multiverso sem querer? Muito bem, boa memória de vocês. Pra quem não lembrou nem da metade é só caçar aqui no blog.

Manhunters

Manhunters

Então, no texto eu comentei que os maltusianos sentiram-se culpados pela cagada em escala estelar do Krona e então foram para o planeta que fica no centro do universo em que viviam, Oa. E lá, tomaram a função de Guardiões do Universo. No outro texto eu encerrei a explicação sobre eles por ai, pois se eu fosse explicar MAIS isso dentro daquele texto, o bordel estava feito, só faltaria as placas dizendo pra não sujar as cortinas. Certo, eles foram pra Oa e se tornaram os “Guardiões do Universo”. Que isso? Parentes do He-Man? Eles se tornaram guardiões como? Voam por ai fazendo justiça?

Zamaron

Zamaron

Há uns 3 ou 4 bilhões de anos, antes da Tropa dos Lanternas Verdes surgir, os maltusianos sofreram sub-divisões. Alguns deles eram mais chegados no método “pau que bate em chico bate em francisco”. Negócio era resolver na porrada, meios mais práticos e violentos, fazer a barba no tapa. Outros achavam que isso era extremo demais, eram mais “racionais”, e no meio da confusão, estavam também as maltusianAs, as fêmeas da raça. Os maltusianos separaram-se nesses 3 grupos. Os mais violentos sairam de Oa e formaram os “Darkstars”, as fêmeas se mandaram também pro planeta Zamaron, e os que restaram, ficaram em Oa como os Guardiões do Universo.

Atrocitus

Atrocitus

Até este ponto o que vocês devem lembrar bem pois puxarei novamente mais a frente é sobre as maltusianas de Zamaron. Este é o primeiro passo para o surgimento das “Estrelas Safira”.

Os Guardiões tinham que fazer o que o nome diz, guardar, zelar, proteger. Eles criaram uma pilha de robôs chamados “Manhunters” para vigiar o universo. Posteriormente o projeto encasquetou, pois os Guardiões os enviaram para pegar o Krona no tapa (lembram o tal cientista que criou o Multiverso?) e a magia virou contra o feiticeiro, Krona meteu um glitch/tilt nos robôs, passando a não julgar direito as ações e eles então entraram em conflito com os Guardiões, atacaram Oa e o escambau, a batalha durou bastante tempo, mas os Guardiões venceram e expulsaram os robôs que restaram.

Abin Sur

Abin Sur

Eles se juntaram em algum outro canto como uma sociedade de robôs ou algo do gênero, mas não vem ao caso.Enquanto esses robôs estavam rodando por ai com tilt, ou seja, antes dos Guardiões colocarem um fim no recreio espacial deles, os manhunters tocaram um terror pelo universo. Um dos lugares que eles fizeram uma visitinha de médico (médico tipo Jack Estripador) foi no Setor 666. Lá, havia o planeta Ryut, onde vivia o alien chamado Atros. (Alien pra nós, pra ele nós é que somos os aliens). Foi o chamado Massacre do Setor 666.

Massacre_of_Sector_666

Massacre do Setor 666

Empire of Tears

“Empire of Tears”

Atros apesar de feio igual batida de fusca, era do bem, psicólogo, casado, com filha, tinha sua família e tal… Mas os manhunters chegaram lá e detonaram com tudo e todos. Em todo o Setor, sobraram apenas 5 pessoas. Dentre eles o Atros, que a partir de então, passou a se chamar Atrocitus. Este desenvolveu ódio em cima do Krona, óbvio. Quem leu as primeiras histórias do Lanterna Verde sabem. Abin Sur caiu na Terra, morreu, Hal Jordan foi selecionado pelo anel… Lembram? Abin Sur caiu aqui carregando o Atrocitus, “detido”. Sabem porque Abin Sur carregava Atrocitus naquele dia? Conto depois, antes vamos voltar a época dos manhunters.

Oa

Livro de Oa

Os 5 sobreviventes passaram a se chamar “The Five Inversions” (Os Cinco Inversões), e juntos formaram o “Empire of Tears”, ou Império das Lágrimas, cuja base era no planeta Ysmault, que fica no Setor 2814… Que é o mesmo setor da Terra. O Império que trouxe terror a algumas galáxias e ainda conseguiu meios de ver o futuro, mais exatamente o fim da vida no universo, a concretização da profecia dos Guardiões do Universo, profecia essa que faz parte do capitulo secreto do “Livro de Oa”.

O Livro de Oa é tipo a bíblia espacial. Lá é contado tudo, desde a origem dos guardiões até o tal fim da vida no universo. Esse fim é dividido em 3 partes, cuja segunda é a invasão de Sinestro na Terra e a terceira a “Noite Mais Densa” em si. “Qual a primeira parte?”, é a que está escrita no livro.

“Uma face de metal e carne falará sobre os segredos dos 52 O medo nascerá  A força de vontade se acumulará. E uma onda de luz vai desvendar a verdade sobre os anéis” 

“Uma face de metal e carne falará sobre os segredos dos 52 (No caso, os 52 universos). O medo nascerá (nascimento da Tropa Sinestro) A força de vontade se acumulará. (Retorno da Tropa Verde graças a Kyle Rayner) E uma onda de luz vai desvendar a verdade sobre os anéis”
Lanternas_Verdes_por_Ethan_Van_Sciver

Lanternas Verdes

Os Guardiões lutaram contra o tal império, contra os 5 sobreviventes do Setor 666. Os caras mandaram um monte de Guardiões pro saco, mas terminaram derrotados e crucificados no próprio planeta onde era a base do império. Os Guardiões então declararam que Ysmault era território proibido a todos. Devido ao defeito dos robôs, conflito e todo resto, os Guardiões decidiram que serem vivos julgariam melhor que os menhunters pelos setores do universo, e então nasceu a Tropa dos Lanternas Verdes.

“Opa,então os Guardiões foram na região administrativa ali do lado de onde tira segunda via de CPF e registraram a “Tropa dos Lanternas Verdes” como pessoa jurídica e começaram a pagar IPTU lá em Oa” Não, definitivamente não. Ninguém merece. Os Guardiões são maltusianos, uma raça hiper evoluída e genial. Com o tempo eles aprenderam a controlar o que eles chamam de “The Glow”, ou “o brilho”, não sei a tradução. Trata-se da energia do espectro emocional, que é um tipo de campo de energia invisível alimentado pelos sentimentos de todos os seres conscientes. Há vários tipos, mais exatamente 8 tipos, como eu disse no inicio: Verde, Violeta, Indigo, Amarelo, Laranja, Vermelho, Azul, Preto e Branco.

Pra quem não entendeu o papo de “campo de energia invisível”, imaginem a tal Força de Aceleração de onde todos os Flash (menos o Garrick) tiram seus poderes, é quase a mesma teoria. Espero que esse exemplo ajude ao invés de atrapalhar. Enfim, os Guardiões sabem a manipular aquilo que chamam de ”The Glow”, e passaram a usar a verde que é alimentada por força de vontade, criando a Tropa dos Lanternas Verdes. Tcharam.

719809-starsapphire3_carol_super

Estrelas Safira

As maltusianas que foram pra Zamaron manipularam a violeta, que é alimentada por amor, criando as Estrelas Safira. “O que se faz por amor está além do bem e do mal”… Citação relâmpago de Nietzsche, só aproveitando a brecha, associem como achar melhor. As Estrela Safira são imundes a energia vermelha e laranja, e tem o poder único de “manter em suspensão” qualquer ser usando o poder do amor. É como se paralisasse por completo o ser, e dependendo do poder empregado, pode haver força para suspender um planeta inteiro.

Larfleeze

Larfleeze

Os Guardiões descobriram que no planeta Okaara, no Sistema Vega, residia Larfleeze, o líder e único membro da Tropa dos Lanternas Laranjas. Larfleeze em alguns casos chega a ser engraçado de tão extremista e ignorante que é. Para ser um Lanterna Laranja você tem que ter alguns requisitos tipo ser “O” mais egoísta, “O” mais avarento, “O” mais ganancioso… E claro que se alguém assim é o líder da tropa, ele não vai querer que mais ninguém tenha a energia laranja pra si, sendo assim o único da tropa. Por isso eu disse que chega a ser ignorante.

Natromo

Natromo

Bem, é ignorante mas ainda assim poderoso. Os guardiões preferiram entrar em um pacto de paz com Larfleeze (também conhecido como Agente Laranja). O Sistema Vega onde fica o planeta Okaara passa então a ficar fora da jurisdição dos Lanternas Verdes, ficando para Larfleeze, e este então não incomodaria o resto do universo. Ok, temos os Lanternas Verdes. Cada setor é responsabilidade de um lanterna diferente. O Setor 2814 (onde fica a Terra), ficou sob os cuidados do Abin Sur (o tal que caiu na Terra carregando o Atrocitus em uma nave). Em uma de suas missões pelo Setor 2814, ele chegou no planeta “Nok”, que estava sendo barbarizado por exploradores. Abin Sur conheceu um tal de Natromo, e juntos (pra não entrarmos em outros mil detalhes) eles conseguiram resolver os saracutacos em Nok. Lá em Nok eles descobriram a fonte da “Glow Indigo” numa cachoeira/caverna no fundo da mata, negócio meio Indiana Jones mesmo.

Thaal Sinestro

Thaal Sinestro

Os indígenas de Nok usavam o calor gerado por essa fonte de energia pra forjar suas armas, mas Abin Sur e Natromo fizeram mais do que forjar uma “arma”, eles forjaram o primeiro anel índigo, Natromo ficou no planeta tomando conta do investimento e Abin Sur vazou para atender seus deveres como Lanterna Verde.

Tempo passa, coisas acontecem, ele é designado para treinar Thaal Sinestro, um novo Lanterna Verde, as coisas continuam acontecendo… E em algum ponto NÃO MAIS QUE DE REPENTE, cai uma nave em Ysmault, o tal planeta proibido que foi base do “Empire of Tears” e serve de “prisão” dos “Five Inversions”. Abin Sur caçou pela nave ou sobreviventes, mas ao invés disso encontrou um dos 5 elementos. Ele ofereceu para Abin Sur a resposta de 3 perguntas, sobre qualquer coisa, inclusive sobre o futuro.

Abin Sur fez a primeira pergunta: “Cadê a galera que caiu aqui?” (não com essas palavras). O demônio respondeu, o Lanterna procurou onde ele disse e lá estava a sobrevivente. O Lanterna cometeu um grande erro, perguntou sobre seu futuro. O demônio disse que ele morreria porque seu anel falharia. Para nós aqui resta pensar “Se ele NÃO soubesse que o anel falharia com ele, a sua força de vontade continuaria intacta e então de fato o anel NÃO falharia?”. Pois é, EU acho que sim, mas como o sujeito plantou a semente, ferrou. Não satisfeito, ele pergunta sobre o destino da Tropa dos Lanternas Verdes, e o vidente/cigano espacial fala sobre a “Noite Mais Densa”. Abin Sur entra em parafuso com as péssimas novidades tanto pro seu futuro quanto pro futuro da tropa. Fica fazendo visitas a Ysmault para obter métodos de impedir que a “Noite Mais Densa” aconteça. Em algum ponto da história aproximadamente nessa época, Abin Sur pega uma criminosa do pior tipo e a carrega pra Nok, o planeta onde fica a fonte de energia indigo, onde ele deixou o Natromo tomando conta das coisas, lembram? A energia indigo é alimentada pela compaixão dos seres, e o poder do anel é “diferente”. Ao colocar o anel em um criminoso cruel, a energia indigo “limpa” o sujeito. Resumindo grosseiramente: o cara se arrepende e fica do bem. Eles fazem o teste na criminosa que o Abin Sur levou, uma tal de Iroque, que se não me engano foi a criminosa que matou a filha do Abin Sur. O tal primeiro anel indigo que ele forjou junto do Natromo foi usado nela e consertou a mulher. Vendo o efeito, trataram de correr com mais anéis e Abin Sur saiu pegando tudo que era vagabundo cruel no espaço e levando pra Nok, para então “convertê-los” ao bem, talvez assim impedindo a “Noite Mais Densa”. Numa das partidas, Abin Sur diz que voltará… Mas então correm os eventos de sua queda de nave na Terra, e este morre (não retornando mais a Nok, evidente). Aqui então podemos marcar como a criação da Tribo Indigo. O poder especial deles, fora os normais que são iguais aos dos verdes, é a capacidade de impedir que os demais anéis traduzam a linguagem dos indigos e a capacidade de copiar os poderes de qualquer outro anel de qualquer outra tropa que esteja próximo. Fora esse poder de “converter” criminosos em pacifistas.

E já que falei da queda do Abin Sur na Terra… eu disse que voltaria o assunto a este ponto e aqui estamos: Se Atrocitus estava preso em Ysmault com os seus companheiros do “Five Inversions”, e todos (até os lanternas) estavam proibidos de ir a Ysmault, com que cargas d’água o Atrocitus foi parar numa nave com o Abin Sur? “Do que adianta falar todos os motivos? Às vezes basta um só, às vezes nem juntando todos”… Pois é, neste caso basta um. Já foi dito aqui que Abin Sur desceu em Ysmault, trocou um palavreado com um dos 5 elementos, fez 3 perguntas que detonaram com seu juízo… Mas até ai estava todo mundo preso no planeta. Como o Atrocitus foi parar na nave do Abin Sur? E porque diabos o Abin Sur sendo um Lanterna Verde estava usando uma NAVE se ele tem um anel energético que o faz voar pelo espaço? O fato dele estar usando uma nave é simples: Insegurança. Ele foi avisado que morreria devido uma falha do anel, ele então deixou de confiar no anel pra voar pelo espaço e passou a usar uma nave. E o Atrocitus? Pois bem. Abin Sur ficou meio pinel com esse papo de Noite Mais Densa e queda da tropa dos Lanternas Verdes (fora sua própria morte), como eu disse ele praticamente foi o responsável pela criação da Tribo Indigo, mas correr atrás do prejuízo dantes da confusão apertar ainda não lhe bastou, ele queria mais “segurança” contra o evento macabro que estava por vir. Ele soltou Atrocitus em Ysmault, e o prendeu dentro de sua nave usando os poderes de seu anel verde, e então foi pilotando rumo a Terra, onde começa todo o processo da Noite Mais Densa. Ele queria que Atrocitus o levasse até a fonte do problema, mas Atrocitus (ao contrário do que aparenta) é bastante inteligente, e começou a incitar medo no Lanterna Verde, e seus constructos que seguravam Atrocitus se romperam. Atrocitus fez um talho maior que o Empire State no peito do Abin Sur, e a nave caiu. Atrocitus saltou antes, se mandando e indo sozinho a encontro do tal “início” da Noite Mais Densa.

Abin Sur and Atrocitus

Abin Sur e Atrocitus

Continuar lendo

O que nós achamos sobre Ben Affleck como Batman

Olá, queridos!

No dia 22 de agosto foi anunciado que Batman seria interpretado pelo ator Ben Affleck no filme provisoriamente intitulado “Superman vs Batman”, a sequência do filme “Homem de Aço”, que será lançado em julho de 2015.

url3

Algumas das reações de pessoas famosas podem ser lidas aqui. Nas redes sociais, o assunto foi muito debatido. O site io9 fez uma compilação dos 50 melhores tweets sobre a escolha de Ben Affleck (em inglês), e segundo o site Youpix, no Twitter-BR foram postados 18522 tweets sobre Ben Affleck no período de 23 a 26 de agosto.
Numa entrevista ao talk-show americano “Late Night With Jimmy Fallon”, o ator revela que foi orientado pelo Warner Bros a evitar acessar a internet nos dias posteriores ao anúncio de seu papel, devido a avalanche de críticas que ele poderia receber (e, de fato, recebeu). Mas sobre isso, ele afirma: “Sou um cara crescido, posso lidar com qualquer coisa. Eu aguento essa merda.”


Outras “providências” também foram tomadas: foi criada no site Change.org uma petição solicitando que a Warner Brothers removesse Ben Affleck do papel de Batman. Até o momento em que escrevo esse texto, a petição já contava com 94.648 assinaturas.

PetiçãoForam feitas várias montagens sobre o assunto (que o Augusto gentilmente compilou no fim do post), e um Tumblr brasileiro intitulado Better Than Affleck reúne uma série de sugestões de atores que, na opinião deles, interpretaria Batman melhor que Affleck.
Bom, agora vem a nossa opinião sobre o assunto. Em primeiro lugar, consideramos ótimo o barulho que essa escolha fez no mundo pop. Comprova que os fãs do Morcego são pessoas criteriosas e que reconhecem que, para interpretar Batman, é necessário ter habilidades interpretativas bem específicas – e não apenas ser um monte de músculos com cara de playboy que saiba fazer voz grave. Isso é muito interessante.

Demoramos para falar no assunto porque estávamos num ponto importante da cronologia, que não deveria ser interrompido. Mas agora é o momento certo para esse post, com um detalhe: nós discordamos sobre a escolha do blog.  A Jéssica acha que Affleck será um ótimo Batman. Augusto acha que será horrível. E agora, vamos te contar porquê.

Continuar lendo