#19 – Batman: O Dia em que Robin Morreu & Batman: No Beco do Crime

Oi!
No post anterior, eu abri uma exceção para falar um pouco sobre o Bane, o vilão de The Dark Knight Rises. Mas hoje daremos prosseguimento à ordem certinha que eu tinha programado para o Batman Guide.

Como você deve lembrar, estávamos falando de Dick Grayson, o primeiro Robin, que se juntou a Batman como seu fiel escudeiro e seu braço direito. Existem várias histórias em que ele participa, e eu postarei conforme forem aparecendo, deixando bem claro que se trata do Robin I, ok?
Hoje, no entanto, leremos uma HQ que trata do desligamento de Dick Grayson do papel de Robin. E também leremos a história em que conhecemos um pequeno ladrão com raízes no Beco do Crime, mas que irá auxiliar Batman no papel de novo garoto-prodígio! Apesar de serem duas revistas, elas são curtinhas, então você conseguirá ler as duas sem problemas.

As duas HQs são “Batman: O Dia em Que Robin Morreu!” (Batman Vol 1 #408, junho de 1987) e “Batman: No Beco do Crime!” (Batman Vol 1 #409, julho de 1987)!

Vamos relembrar um pouco do surgimento de Dick Grayson.

Dick Grayson como Robin e os Jovens Titãs

Ele surge como um auxiliar de Batman, o “garoto-prodígio”, que possui os mesmos princípios que Batman acerca de justiça e uso moderado da violência. Entretanto, um personagem tão bonzinho pode ter má recepção se ele soar muito conservador para os leitores, em sua parte jovens. Para suprir essa carência de mais “atitude” por parte de Dick Grayson, a DC Comics decide reunir os personagens jovens da época em um único grupo, que recebe a incumbência de proteger a sociedade. Assim temos a criação da Turma Titã, cuja característica principal era ser um grupo formado só por adolescentes. Formavam a Turma Titã o Aqualad (parceiro-mirim do Aquaman), o Kid Flash (parceiro-mirim do Flash), a Moça-Maravilha (parceira da Mulher-Maravilha) e o Ricardito (parceiro do Arqueiro Verde). Robin, com um senso de liderança natural, torna-se o líder entre eles – mas SEM abandonar o manto de Robin.

Tornando-se cada vez mais rebelde, Robin vai se afastando cada vez mais de Batman e de sua atuação como auxiliar do Homem-Morcego. E conforme o tempo vai passando, Dick passa a se sentir insatisfeito com o caráter secundário que recebe no papel de Robin, e com as ordens impostas pelo seu tutor Batman. Ele precisa de mais espaço para expressar sua própria personalidade – espaço esse que não é possível desenvolver sendo apenas um auxiliar. Sua atuação nos Jovens Titãs vai crescendo ainda mais.
E então, durante o ano de 1983, Dick Grayson adota a identidade que o acompanharia pelos próximos anos: Asa Noturna. Veja a seguir o momento dessa epifania.

Página 21 da HQ “Tales of the Teen Titans Vol 1 #44 – The Judas Contract: Book Three – There Shall Come a Titan!”, de julho de 1984

Página 22 da HQ “Tales of the Teen Titans Vol 1 #44 – The Judas Contract: Book Three – There Shall Come a Titan!”, de julho de 1984

(Não se preocupe: no Batman Guide ainda falarei especificamente sobre o Asa Noturna, mas no momento vamos nos concentrar no papel de Robin)

Vamos ler as HQs agora?

Batman: O Dia em Que Robin Morreu!

Na nossa HQ, temos precisamente o momento em que Batman decide afastar Dick do papel de Robin, depois de uma empreitada mal-sucedida que culmina no Coringa atirando no ombro de Dick Grayson. As justificativas de Batman são plausíveis – ele estava expondo um garoto à riscos mortais. Mas Dick Grayson não era um mero garoto, e sua ascensão como Asa Noturna ainda será muito útil ao próprio Robin ao longo da sua saga.
Depois dos eventos que sucedem no afastamento (por isso o termo “morte” no título da revista), Batman prossegue sua vida, não tão normalmente porque estava acostumado a ter um parceiro para se sair bem nas empreitadas contra o crime no submundo de Gotham. Em uma visita ao Beco do Crime – o lugar em que seus pais foram assassinados – e à “exemplar” Escola para Garotos da Mamãe Gunn , seu carro tem as rodas roubadas por um marginal muito corajoso.

Continuar lendo