O que nós achamos sobre Ben Affleck como Batman

Olá, queridos!

No dia 22 de agosto foi anunciado que Batman seria interpretado pelo ator Ben Affleck no filme provisoriamente intitulado “Superman vs Batman”, a sequência do filme “Homem de Aço”, que será lançado em julho de 2015.

url3

Algumas das reações de pessoas famosas podem ser lidas aqui. Nas redes sociais, o assunto foi muito debatido. O site io9 fez uma compilação dos 50 melhores tweets sobre a escolha de Ben Affleck (em inglês), e segundo o site Youpix, no Twitter-BR foram postados 18522 tweets sobre Ben Affleck no período de 23 a 26 de agosto.
Numa entrevista ao talk-show americano “Late Night With Jimmy Fallon”, o ator revela que foi orientado pelo Warner Bros a evitar acessar a internet nos dias posteriores ao anúncio de seu papel, devido a avalanche de críticas que ele poderia receber (e, de fato, recebeu). Mas sobre isso, ele afirma: “Sou um cara crescido, posso lidar com qualquer coisa. Eu aguento essa merda.”


Outras “providências” também foram tomadas: foi criada no site Change.org uma petição solicitando que a Warner Brothers removesse Ben Affleck do papel de Batman. Até o momento em que escrevo esse texto, a petição já contava com 94.648 assinaturas.

PetiçãoForam feitas várias montagens sobre o assunto (que o Augusto gentilmente compilou no fim do post), e um Tumblr brasileiro intitulado Better Than Affleck reúne uma série de sugestões de atores que, na opinião deles, interpretaria Batman melhor que Affleck.
Bom, agora vem a nossa opinião sobre o assunto. Em primeiro lugar, consideramos ótimo o barulho que essa escolha fez no mundo pop. Comprova que os fãs do Morcego são pessoas criteriosas e que reconhecem que, para interpretar Batman, é necessário ter habilidades interpretativas bem específicas – e não apenas ser um monte de músculos com cara de playboy que saiba fazer voz grave. Isso é muito interessante.

Demoramos para falar no assunto porque estávamos num ponto importante da cronologia, que não deveria ser interrompido. Mas agora é o momento certo para esse post, com um detalhe: nós discordamos sobre a escolha do blog.  A Jéssica acha que Affleck será um ótimo Batman. Augusto acha que será horrível. E agora, vamos te contar porquê.

SIM

Texto por Jéssica Caroline

Benjamin Geza Affleck nasceu em Berkeley, na California, em 15 de agosto de 1972 – ou seja, tem 41 anos. Filho de um assistente social e uma professora infantil, ele sempre sonhou em ser ator, e seu primeiro trabalho foi para um comercial do Burger King aos 12 anos. Mais ou menos nessa época foi quando ele conheceu Matt Damon, que seria seu amigo até os dias atuais. Em 1993, ele estrelou seu primeiro filme, “Dazed and Confused” (traduzido como Jovens, Loucos e Rebeldes), em que interpretou Fred O’Bannion. Affleck fez uma série de filmes independentes que não emplacavam de jeito nenhum. Até que foi convidado pelo diretor Kevin Smith para o filme Gênio Indomável (Good Will Hunting, 1997), em que interpretou Chuckie Sullivan. Esse filme recebeu 9 indicações para o Oscar e alavancou a carreira de Affleck e Damon. Uma de suas características no cinema é interpretar personagens arrogantes e crueis, personagens levados a beira do controle.

Suas premiações foram as seguintes:

Oscar

  • 1998 – Melhor Roteiro (em parceria com Matt Damon), por “Gênio Indomável”
  • 2013 – Melhor filme, por “Argo”

Globo de Ouro

  • 2013 – Melhor Diretor, por “Argo”
  • 2007 – Indicado como melhor ator (coadjuvante/secundário), por “Hollywoodland”;
  • 1998 – Melhor roteiro (em parceria com Matt Damon), por “Good Will Hunting”

SAG Awards(Prêmio oferecido pela Screen Actors Guild‐American Federation of Television and Radio Artists (SAG-AFTRA) para as melhores performances televisivas e de cinema)

  • 1999 – Mellhor elenco, por “Shakespeare Apaixonado”
  • 2013 – Mellhor elenco, por “Argo”

BAFTA (O “Oscar britânico”, prêmio oferecido pela British Academy of Film and Television Arts para os destaques do cinema, televisão, filmes e em outras mídias)

  • 2013 – Melhor filme, por “Argo”
  • 2013 – Melhor diretor, por “Argo”
  • 2013 – Indicado como melhor ator, por “Argo”

César(O “Oscar francês”, apresentado pela Académie des arts et techniques du cinéma)

  • 2013 – Melhor filme estrangeiro, por “Argo”

Uma lista completa dos filmes em que Affleck participou (seja como ator, produtor, diretor ou roteirista) pode ser encontrada no IMDB. Para a análise, eu selecionei 5 filmes dessa lista (fique tranquilo, não vou fazer uma resenha sobre cada um deles, apenas comentar o desempenho de Affleck).

  • Demolidor – O Homem Sem Medo (Daredevil, 2003)
  • Contato de Risco (Gigli, 2003)
  • Atração Perigosa (The Town, 2010)
  • Argo (Argo, 2012)

Eu sei que, dessa lista, o que mais te chamou atenção foi “Demolidor”. E é por ele que vou começar.

batman_ben_affleck

O maior medo dos fãs de Batman.

Indo direto ao ponto: Demolidor foi um fiasco. A sombra desse filme paira até hoje sobre as cabeças dos fãs de quadrinhos que perceberam um grande lapso na transposição de Matt Murdock das HQs para o cinema. O roteiro é cheio de buracos, diálogos constrangedores. A trama em si foi bastante previsível, principalmente a caracterização dos vilões. O Demolidor, que era para ser um personagem absolutamente destemido e enérgico, apareceu com um personagem inexpressivo e sem graça, sem nada de notável. Eles não conseguiram captar a essência do personagem. Não passou o clima noir que Murdock tem. Pelo contrário, o filme como um todo ficou com aquele climão “Sessão da Tarde”, um bom filme pra ver com sua família – sem retratar fielmente a dor e a raiva convertidas em fúria, que são características do Daredevil.
Certo, isso foi inquestionável. Demolidor não desceu pela garganta de nenhum fã de quadrinhos. Mas vamos aos fatos.

Até que ponto o fracasso de Demolidor foi culpa de Ben Affleck e não da equipe técnica, que não ofereceu um roteiro criativo e impactante, criado através de uma análise PROFUNDA da psiquê do personagem nas HQs, que permitisse que Ben Affleck explorasse as facetas corretas do Demolidor? Vale lembrar que o diretor de Demolidor, Mark Steven Johnson, só havia dirigido um filme antes desse (Pequeno Milagre, Simon Birch no original, de 1998). Se o roteiro do filme for medíocre, pode ser o melhor ator do mundo, e o filme ainda assim será um fiasco. Conversando com meu amigo Alexandre Bello Machado, que cursa Cinema na ULBRA, ele me disse que alguns filmes tem forças em outros pontos, tem uma linguagem bacana ou algumas vezes uma boa atuação pode segurar a barra de um roteiro ruim, mas isso é muitíssimo raro. Como cinema é uma arte multimídia, de convergência de vários sentidos, o roteiro é a espinha dorsal da coisa, então se for ruim o resto pode desandar também.

Mas que seja. Vamos supor que o roteiro tenha sido um primor e a culpa do fracasso do filme tenha sido de Affleck. Uma coisa que os críticos da escolha de Affleck parecem ignorar COMPLETAMENTE é o calendário. Sim, o calendário. Já se passaram 10 anos desde o lançamento de Demolidor. Demolidor é de 2003. Estamos em 2013. O que pode acontecer em 10 anos? Pense em quem você era há 10 anos atrás. Se você já trabalhava, o que você aprendeu nesse tempo na sua profissão? Ou então, se não trabalhava, o que você decidiu fazer da sua vida? Que viagens fez, que amigos conheceu, que amores teve? O que você aprendeu? Muita coisa, não?
Ok, estou sendo meio dramática, mas o ponto é: muita coisa pode acontecer em 10 anos. E o que aconteceu com Ben Affleck foi o seguinte: o cara melhorou.
Não no mesmo ano, devo ser justa. O filme Gigli foi outro tremendo fracasso. Ele atuou com Jennifer Lopes, sua namorada no filme. Mas Gigli foi tão mal recebido pela crítica que o casal entrou em crise e acabou terminando o relacionamento. Foi um filme decididamente ruim.
Mas vamos pegar o próximo filme que escolhi, “The Town”. O filme recebeu uma classificação 7,6/10 no IMDB. Seu roteiro (dirigido também por Affleck) é sólido e complexo, e a atuação do ator beira o impecável.

Argo é o mesmo caso. O The Guardian disse que o filme é “headspinning” (algo como “confunde a cabeça”), um filme esperto e interessante. O San Jose Mercury News disse que o filme é um triunfo de Ben Affleck. Como diretor e ator, ele conseguiu transformar o roteiro, baseado em fatos reais, em uma história palatável. O site de filmes do NY Times afirma sobre Affleck (minha tradução): “Affleck age, atrás e na frente das câmeras, com uma notável falta de auto-engrandecimento. Ele não se exibe (“se mostra”) na sua direção, mas prefere ficar nos detalhes mais realisticos, ao invés de olhares lânguidos, silêncios significativos e gestos trêmulos. […]”

Screen-shot-2013-08-24-at-2.37.20-AM-300x201(Você consegue imaginar um Batman olhando languidamente para a câmera, tergiversando em silêncio, subjetivo, sentimental? Não.)
Os prêmios que Argo recebeu mostram a notável evolução de Affleck de 10 anos para cá. Quando Affleck começou a dirigir filmes, ele começou a perceber detalhes importantes sobre a sua própria atuação, novas perspectivas que o ajudaram a evoluir na frente das câmeras. E por ter estado no papel de diretor, é óbvio que ele vá entender melhor os pedidos da direção técnica em Superman vs Batman. Affleck amadureceu sua atuação ao longo dos anos.
E apenas um adicional antes que eu passe a palavra para Augusto, que nos trará sua visão sobre a questão que estamos tratando nesse post.
Os fãs são uma coisa inexplicável e absolutamente difíceis de agradar. Nem eu, nem muito de vocês eram nascidos nos anos 80, então não puderam ver a reação dos fãs quando quando Michael Keaton foi escolhido para ser Batman no filme de 1989; mas Mark Hughes, da revista Forbes, nos conta o que ocorreu (tradução minha).

“Eu lembro vivamente. Os fãs ficaram absolutamente loucos, ameaçando boicotes e criando petições para mudar o elenco, e o público mainstream riu e assumiu que o filme seria uma sátira ou um completo desastre”.

Exemplo que vocês provavelmente se lembrarão: a reação dos fãs quando foi anunciado que Heath Ledger seria o Coringa no filme “Batman: O Cavaleiro das Trevas” (2008). Foi chamada de “a pior decisão da história”, principalmente por fãs preconceituosos com o filme “O Segredo de Brokeback Mountain”, no qual ele interpreta um cowboy homossexual. Todo mundo estava furioso com a escolha. Leia abaixo alguns dos comentários (“terrível”, “envergonhante”, “bonitinho demais pra ser o Coringa”, um deles diz que Ledger tem o “carisma de uma alface”). Tem mais prints screens aqui.

ledgerresponse

E bom, o resultado vocês já estão carecas de saber: a atuação de Heath Ledger foi primorosa, e o personagem hoje é um ícone da cultura pop.

Ano passado foi a vez de Anne Hathaway receber críticas por ter sido escolhida como a Mulher-Gato. Foi dito que ela não aguentaria o “tranco” de ser Batwoman, e que sua atuação seria sem sal. Deu no que deu, uma Selina Kyle sensual mas com muito poder de fogo.

Claro que o fato de Ledger e Hathaway terem tido um bom desempenho mesmo com as críticas não garante que Affleck será um bom Batman, mas nos prova o seguinte: mesmo decisões que nos parecem horríveis num primeiro momento com certeza podem nos surpreender.

NO

Texto por Augusto S.

Nananananananana… Ben Affleck? Batfleck? Demolidor? Tia do bátema?

Lá vou eu em mais um texto extremamente carregado de opiniões próprias e todos os absurdos que as pessoas pensam e não dizem por temer retaliações. Mas esse grande #od@-se dado em alto e bom tom faz parte de mim. Quem não gostar pode fazer um texto inverso, comprar uns pacotes de fraldas pampers pro Affleck e levar pra casa pra criar.

“Ele tem 2 Oscar! Ele é milionário! Ele é bom ator! Ele é simpático! Ele é o Batman e não tem mais volta!”. Sim, sim, sim e sim. Meu objetivo aqui não é dizer que o Affleck é um marginal maluco que bate carteiras durante pré-estreias de filmes. Não tô aqui pra dizer “ele é péssimo ator”, pelo contrário, ele é BOM ator. O problema é: o papel.
Tem bons atores pra cada TIPO de papel. Por exemplo, o Tom Hiddleston, que terminou de ficar famosíssimo depois de atuar como Loki nos filmes do Thor e Vingadores, é um ÓTIMO ator. Mas se fossem fazer uma remake do filme “Dirty Harry” colocando o Tom pra fazer papel estilo CLINT EASTWOOD, não dá. Haja paciência.
Ou colocar o sujeito que fez o Stifler do American Pie (que também é bom ator) pra ser Wolverine. Certas coisas são óbvias, não precisa o cachaça da esquina rindo sozinho dizendo “vai dá ruim isso dai” pra saber que vai ficar uma bosta. E esse é o caso do Affleck como Batman.

“Se o filme sair bom todo mundo quebra a cara”. Não necessariamente. Eu já me perguntei diversas vezes se o Val Kilmer, Michael Keaton ou George Clooney teriam sido excelentes Batmen SE contassem com um roteiro decente igual o do Nolan e efeitos de uma Warner moderna. Talvez o Christian Bale tenha dado SORTE de ser Batman em um roteiro realista ao invés de em roteiros imbecis como os dos filmes mais antigos.
Isto posto, é capaz do Affleck parecer melhor Batman que o Bale? Sim, é capaz. Repito: Graças a roteiro e efeitos, nunca por “encaixar” como Batman.
Muita gente fala do filme “Demolidor”, que ficou uma bosta. Ficou mesmo. Ou acham que o filme mereceria algo como “Mamy, água com açucar plis, minha pressão bateu no teto do segundo andar do nosso duplex de frente para a praia. O Affleck é tudooooo #partiu #bondedasafflecketes“.
Demolidor seria um bom filme de herói se não tivesse patavinas o que associar aos quadrinhos. Ver sem compromisso tipo “Opa, alguém fez um filme de um herói NUNCA usado antes em histórias. Demolidor! Parece legal, vamos ver o filme”. Isso é uma coisa. Agora, o maluco ter todo um histórico nos quadrinhos, detalhes e tal, nego pegar o cara e fazer aquela cagada? Ninguém merece.

Agora atendo-nos a factos:

“O astro também contou ao apresentador Jimmy Fallon (veja acima) como surgiu o convite para atuar no longa de Zack Snyder: “Me ligaram e disseram: ‘Você topa?’. Eu pensei: ‘Bem, não tenho mais 25 anos. Vocês têm certeza disso?'”. Depois que ficou sabendo que o diretor pretendia dar uma caracterização diferente da dispensada ao Batman da franquia de Christopher Nolan, Affleck embarcou no projeto.
Neste mês, o presidente da Warner Bros., Kevin Tsujihara, disse que o super-herói interpretado por Affleck será “cansado, exausto e experiente”.

Um Batman estilo Cavaleiro das Trevas do Frank Miller talvez. Um morcego velho que já não precisa correr nem pular tanto em razão de estar sinistro nas skillz morcegóticas.
Sobre altura, porte, peso… Acho tudo frescura. “AHA! Mas no quadrinho ele tem 1,87,5,4,2 (infinito igual a π) cm! O Affleck tem 1,86cm!”. Queridos, dane-se se o George Clooney tem 2 metros de altura, dane-se que o Bale tá 2 quilos acima do peso, dane-se que o Affleck tem cara de bobo. Até o traço e proporções do Batman nas histórias varia muito.
Na one-shot “Ankh” o Bruce tá até meio magrelo, na saga “Sob o Capuz” ele está bem equilibrado nas proporções, já o Batman de alguma saga como… Sei lá, a “Faces of Death” (ainda não está no blog, mas em breve estará) da Detective Comics, já mostra um Batman com o braço mais quadrado que o meio-fio da sua calçada de tão forte.

Logo, isso de se prender a um Batman maior ou menor uns centímetros ou quilos é besteira pura. Não preciso mencionar que o Verne Troyer (Mini-mim do Austin Powers) seria um péssimo Batman, mas nesses casos no mínimo EXTREMOS abre-se exceção.
O que quero dizer com isso tudo, é que o problema do Affleck ser o novo Batman não é ele ser forte ou magro, se é barrigudo, careca, péssimo ator, alto ou baixo. Ao meu ver ele simplesmente não encaixa no papel. Simples assim. Ele precisará de um auxílio enorme do roteiro pra isso passar bem.

Anúncios

  1. Eu acredito que ele possa ser um otimo batman , mas que alguem que entende de batman auxilia-se ele , quem sabe ele até podia ler umas HQs e tentar pegar a caracteristica do batman .

    • Oi Ozeas,

      Esperamos que ele recebe realmente esse auxílio da produção técnica no sentido de tentar ler o material do personagem que está interpretando. Sabemos que muitas vezes isso não acontece com os atores de Hollywood, eles não fazem a mínima idéia do personagem que estão representando nas telas, sua história, cronologia, características, enfim. Mas como ele tem atuado como diretor nos últimos anos, acredito que vá se atentar a esse material.

      Beijos!

  2. Eu não sou muito Team Affleck, concordo com o Augusto, gosto dele como ator,mas não sei se ele combina com o papel. O fato é que não tem mais volta, então estou torcendo para que tenhamos uma agradavel surpresa como foi com o Ledger e a Anne H. Agora é esperar para ver!!!

  3. Gostei dos dois textos. Sou um grande fã, e já assisti muitos filmes do Batman (inclusive em preto-e-branco), e na minha opinião, há atores que “encaixariam” melhor no papel – o que não significa que Ben não poderá surpreender, mesmo que, como dito, seja devido a roteiro e/ou efeitos. O jeito é aguardar e torcer. Abraços.

  4. Ambos os textos estão ótimos e eu concordo, não o vejo como Batman, porém, vamos esperar e ver o que vai dar.
    Outra coisa, desculpe ser chato mas provavelmente você não viu então… Queria pedir para você, Jéssica, olhar meu comentário da HQ do Batman#27, a do Chapeleiro. Obrigado

  5. Ótimos textos, interessante que consegui concordar com os dois….rs O negócio é que apesar de também achar que o Ben Affleck não tem o perfil do Batman, eu não estava gostando muito das outras opções. Quando anunciaram que ele seria o Batman até tive paz de espirito. Então estou na torcida pelo Ben….XD

  6. Sinceramente, acho que o ator a interpretar o Batman só precisa ter cara de playboy e ser forte, claro, saber atuar é necessário, mas qualquer ator pra receber uma responsabilidade DESTE tamanho no mínimo tem que saber atuar. O importante pra mim é o roteiro, a história, se for envolvente, interessante, Affleck como Batman vai ser só a cereja no topo do bolo.

    • Oi Thiago!

      Não concordo com sua afirmação de que só é preciso ser forte e bonito pra ser o Batman, mas você tem razão quanto ao fato de que, se Ben Affleck recebeu tamanha responsabilidade, é porque provavelmente ele está à altura da atuação. Eu tenho certeza que ele será um ótimo Batman.
      Acho que precisamos nos preocupar bem mais com o roteiro, como eles criarão a relação entre Bruce e Clark e entre Batman e Superman (são coisas diferentes). Vamos torcer, tem tudo para ser um marco na história dos filmes de heróis!

      Obrigada pelo seu comentário!

  7. Levando em consideração todos os argumentos utilizados nas duas opiniões acima, as questões que a Jéssica levantou, são muito mais solidas e consistentes. Sou levado a afirmar que concordo com ela, pois todos esses fatores (em especial a experiencia que Ben tem hoje, confirmada através de Argo) são mais relevantes do que a questão do X ator se encaixar em Y papel. A prova disso também foi levantado pela Jéssica, no que diz repeito ao Ledger ter interpretado o Joker. Eu mesmo fui um dos que ridicularizou, e acreditou que seria um fiasco, não pelo papel anterior dele em Brokeback Mountain, mas pelo histórico de filmes teen/românticos que Heath tinha, e no filme do Bat, todos conhecem o resultado espetacular que ele proporcionou.

  8. Bom , se der errado , todo mundo já está preparado , mas se der certo vai ser igual a surpresa que houve quando H.L. interpretou o sr.C.
    ARGO foi um filmaaaççssço.
    Um outro ator que eu havia pensado a um tempo atrás para interpretar o nosso querido Homem Morcego foi Jim Caviezel. Que Aliás , é o ator principál da série ( Person of Interst ) de Jonathan Nolan , irmão de Christopher Nolan e Co-Roteirista de Dark Knight e Dark Knight Rises . Mas acho que ficaria muito parecido com a atuação de Christian Bale.

  9. Pingback: Feliz 2014! | Batman Guide

  10. Pra mim, quem melhor soube interpretar o personagem e transmitir sua atmosfera sombria até hoje foi o christian bale, Affleck é bom ator, mas não pra ser batman, iria ser um tiro no pé. Val Kilmer foi a pior escolha até hj, pois sua melhor atuação até hj foi na comédia top secret. George cloney foi o mais canastrão, e Keaton até que foi legalzinho não fosse sua baixíssima estatura , e a máscara do segundo filme tê-lo deixado com bochechas de Kiko. Aliás, a michelle pfeifer foi uma grandiosa mulher gato.

    • De acordo quanto a tudo o que você disse. Mas vamos esperar pra ver, depois de tantas criticas publicas a essa escolha de ator, talvez eles se desdobrem em mil pra fazer o Affleck ser menos pior, ou quem sabe até melhor. Seria quase um passe de mágica, mas em todo caso, só esperando pra ver.

  11. Fiquei satisfeito com o filme dirigido por Zack Snyder (Man of Steel), e crio grandes expectativas com relação ao novo Batman, mesmo com a reformulação feita no elenco de Christopher Nolan (The Dark Knight Rises), melhor investimento feito pela Warner Bros.
    Torço para que o Ben Affleck vista tão bem quanto Christian Bale vestiu o capuz do Homem-Morcego! Qualidade ele já demonstrou ter, conforme já foi informado em sua apresentação neste post. Temos que aguardar o filme antes de criticá-lo, o filme do Batman só é tão questionado assim, devido ao sucesso da Trilogia.

    • Tudo sempre é uma loteria quando se trata de especulações sobre alguém ser bom ou não pra fazer algo. Ele é bom ator, o diretor também é bom, o capital investido é bom, mas Roma também era um império lindo e caiu. Então, pra bem e pra mal, vamos esperar pra ver. Eu particularmente não to pondo fé, mas eu QUERO quebrar a cara, é óbvio que eu quero que o novo filme onde Superman e Batman aparecem juntos seja a melhor coisa do mundo, só não to pondo muita esperança.

  12. Ben Affleck será o melhor Batman de todos os tempos em minha opinião…
    Desde que o roteiro o favoreça e ele traga a dramaticidade necessária para interpretar alguém que é quase um psicopata. Pois o Morcego está longe de ser uma pessoa normal.

    O ator, fisicamente, é perfeito para o personagem, pois é um galã, mas está longe de ter “carinha de anjo”, tem altura e idade que são o ideal para viver Bruce Wayne e, pelo que se tem noticiado, está ficando cada vez mais bombado pra viver essa empreitada.

    Todos os outros Batmans caracterizados por Hollywood deixavam a desejar em algum aspecto físico. Ou eram muito jovens (Val Kilmer e Bale), ou muito velhos (George Clooney e Keaton). Com exceção de Clooney, eram todos baixos e nenhum deles tinha 100% dos traços exigidos para o papel.

    Pra finalizar, nenhum deles tinha quebrado a cara atuando como um herói num filme anterior. Mas pra mim, o pior do filme “Demolidor” foi o roteiro. Espero que dessa vez, Affleck seja feliz com o roteiro e dê a volta por cima, provando que a galera se precipitou ao não confiar nele.

  13. Na verdade, sem drama ou fanatismo até agora nenhum ator vestiu de verdade o maior e mais difícil personagem das histórias em quadrinhos: Batman. A Marvel entra sempre ganhando nesse quesito porque não se prende a atores de oscares ou protencionismo norte americano. A Marvel vai buscar homens e mulheres de Nova Zelandia, Inglaterra, Australia, Canada e sem preconceitos mas que sejam o mais fiel possível ao personagem, como foi e sempre será o caso de Wolverine, Thor e tantos outros. A DC precisa entender esse tipo de coisa. É respeito aos fans e ao personagem e a o seu criador. Ser fiel a psicologia, mitologia e imagem do personagem. O que mais abomino nos filmes que j´realizaram do Batman é sem duvida a roupagem, aquelas armaduras que já vem com estofados e formato dos músculos que não mostram o corpo verdadeiro do cara. Lembro que Christian Bale começou bem forte e eles o chamaram de gordo e o transformaram num raquitico… Não sei quem treina fisicamente os caras mas deve ser alguém que odeia homem e quer transforma-los em ratos só com ossos e tendões. Outro fato são a falta de lutas corporais que inexistem em todos. Deveriam contratar aqueles fantásticos lutadores chineses, soldados, campeões de artes marciais para dar umas aulinhas e não mocinhas que fazem danças coreografadas. Batman é mestre em todas as modalidades de luta e isso nunca foi realmente aprofundado, mesmo em Batman Begins as lutas eram escondidas e rápidas demais para um olho humano. Quanto a Ben Affleck, é bom que o façam ser o melhor. Estou esperando que o modifiquem em tudo. Comecem do zero.
    Dewane Jhonson é o cara mais fantástico fisicamente que já vi e o apreciei desde O escorpião rei, Hercules merecia um homem de verdade no seu papel e merecia uma versão mais original e mitologicamente correta ha tempos ( até o da Disney foi mais original do que o filme recente dele). Esse filme parece ser bom e vou assistir. Imagem do personagem é tudo!
    Abraços a todos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s